Pular para o conteúdo principal

Designer brasileiro cria móveis sustentáveis para crianças

A linha de Bird é composta por pequenos móveis arredondados e o mais interessante é que são feitos com materiais reaproveitados e sustentáveis. Com bujões de gás CFC, por exemplo, ele faz mesinhas e cadeirinhas. | Foto: Baby bankim (Imagem:Divulgação)
 
O designer João Bird criou uma linha de móveis para crianças. Além de adaptá-los para as necessidades delas, ele ainda tem a preocupação em reutilizar materiais, como madeira e lona de caminhão, na fabricação dos produtos.
Quando se fala em objetos e necessidades infantis dificilmente alguém pensa em móveis voltados para crianças. Geralmente, a preocupação em adaptar os objetos de casa para os pequenos só começa quando se tem um filho e eles começam a engatinhar. A partir deste estágio o perigo aumenta e a tranquilidade dos pais acaba.
Bird entendeu que muitos móveis, que teoricamente seriam para crianças, são na verdade impróprios para elas. Com a experiência pessoal, de ver o filho engatinhando, ele percebeu que o mobiliário era “cheio de quinas” e com diversas “possibilidades de acidentes” e então lançou sua linha para os bebês, a Bird BB.
A linha de Bird é composta por pequenos móveis arredondados e o mais interessante é que são feitos com materiais reaproveitados e sustentáveis. Com bujões de gás CFC, por exemplo, ele faz mesinhas e cadeirinhas.
Os assentos são de lona de caminhão reutilizada e pés de madeira de demolição. Os materiais utilizados são leves e podem ser deslocados facilmente sem que haja risco de acidentes. Tudo é pintado com tintas atóxicas, como as crianças gostam e o trabalho é bem colorido.
O conjunto de móveis foi batizado como Baby Bankim e tem cinco anos de garantia, inclusive, este tempo é concedido a qualquer pessoa que compre seus móveis, mesmo que não seja da linha infantil. 
O idealizador do projeto e do negócio Bird Design diz em seu site que através do contato com índios e com a floresta, na Amazônia, ele entendeu a urgência do respeito e atenção ao meio ambiente. Seu trabalho já foi divulgado em vários jornais e revistas, inclusive na “DasArtes” que é referência no segmento de revistas sobre artes. O designer mantém um ateliê no Rio de Janeiro, na Fundição Progresso. Para conhecer mais o trabalho do designer acesse o site.  
Fonte: Ciclo Vivo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios