Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

Casa sustentável é construída em apenas 6 semanas na Tailândia

Steve Areen resolveu construir com suas próprias mãos, uma residência sustentável na Tailândia. O ex-assistente de voo, Steve Areen , decidiu se aposentar das aeronaves e embarcar em uma nova aventura. Após viajar pelo mundo, o norte-americano resolveu construir, com suas próprias mãos, uma residência sustentável na Tailândia. A inspiração veio a partir de sua paixão pela cultura local e também por incentivo de seu irmão e seu cunhado. Com a ideia em mente, Areen escolheu uma fazenda orgânica de mangas para ser o jardim de sua casa e técnicas simples que deixassem o local atraente, sem a necessidade de gastar muito tempo e dinheiro. Foto: Divulgação A residência levou apenas seis semanas para ficar pronta, mesmo que o proprietário e construtor contasse com apenas dois ajudantes. A rapidez deve-se ao formato de construção escolhido, mas também às facilidades permitidas pela legislação local. A edificação teve como base a utilização de materiais simples adquirido

Conheça uma ecovila localizada no coração da Islândia

Ela é famosa por sua atmosfera artística e ecológica. Sólheimar é uma comunidade sustentável localizada no coração da Islândia. Ela é famosa por sua atmosfera artística e ecológica, onde moram cem pessoas que vivem e trabalham jutas. Entre as diversas estruturas sustentáveis do complexo o que mais se destaca é um centro educacional e esportivo inaugurado em 2002. Foto: Divulgaçao O projeto foi feito pelo escritório de arquitetura AKS, que cuidou para que cada detalhe fosse o mais eficiente possível. Esteticamente já é possível perceber que a preocupação em manter preservada a paisagem e os recursos naturais foi uma das premissas da construção. Foto: Divulgaçao A base do prédio é feita em madeira siberiana. O sistema de isolamento térmico do chão e das paredes, imprescindível em uma região tão fria como a Islândia, foi feito totalmente em lã de carneiro natural. No telhado o isolamento foi feito com papel, além disso, eles foram cobertos com gramado. Foto:

Com construção alternativa, casa no litoral de SP é a primeira certificada no Brasil

A casa foi construída em apenas oito meses. Sendo a construção um setor altamente poluente, a busca por certificações e alternativas mais sustentáveis se torna cada vez mais necessária. O escritório de engenharia LCP é um exemplo brasileiro de que é possível construir com impactos muito menores. A prova disso é que um dos projetos residenciais feitos pelo grupo recebeu durante a 5ª Expo Greenbuilding Brasil o primeiro selo de Referencial GBC Brasil Casa. Localizada em Maresias, no litoral de São Paulo, a residência é de alto padrão e possui 1.880 m² de área construída. No entanto, seu principal diferencial é a utilização de Painéis de Argamassa Armada com miolo de Poliestireno Expandido (EPS), que substituem as paredes tradicionais de concreto ou tijolo. Foto: Divulgação Apesar de não ser ainda muito famosa no Brasil, esta tecnologia é bastante comum na Europa e Estados Unidos, a própria LCP já a utiliza em projetos nacionais desde 1990 e, inclusive, fabrica o mat

Hospital norte-americano ganha horta comunitária gigante

A horta possui 1.500 metros quadrados. O hospital Eskezaki Health, localizado em Indianápolis, nos EUA, é um bom exemplo de projetos sustentáveis. Além de ter o selo LEED Silver, a estrutura possui uma grande horta em seu terreno, usada para produzir alimento para pacientes e funcionários. O projeto de agricultura urbana é fruto de uma parceria entre escritórios de arquitetura e coletivos que promovem o plantio na cidade. A proposta é de que a área cultivável sirva também para integrar as pessoas que utilizam o hospital. O espaço ajuda a promover um senso de comunidade, onde funcionários, pacientes e visitantes também estão próximos à natureza. Foto: Divulgação Foto: Divulgação A horta possui 1.500 metros quadrados e foi totalmente construída com o apoio financeiro da própria comunidade e ajuda de organizações sem fins lucrativos. O local ainda será uma ferramenta de ensino prático para que os envolvidos entendam como os alimentos são cultivados e qual é a im

Largo da Batata (SP) ganha praça com grama e bancos de paletes

A estrutura foi montada em cerca de 24 horas. Algumas iniciativas interessantes foram realizadas durante o DW! Design Weekend - evento que aconteceu no último fim de semana -, para incentivar os paulistanos a usufruírem dos espaços públicos da capital paulista. A programação contou, por exemplo, com a instalação de um Jardim Pop Up no Largo da Batata, na zona oeste da cidade, que deu vida à praça vazia. Realizada pelo DesignOK, a ação busca discutir a importância da arborização e o ajardinamento no centro urbano, bem como incentivar a criação de mobiliários urbanos que tenham como premissa espaço para área verde. Por isso, além do jardim com grama sintética, foram instalados bancos com paletes (estrados de madeiras) e vasos de plantas. Tudo foi feito em cerca de 24 horas. Nem a chuva desanimou o grupo. Foto: DesignOK “A arborização e criação de mais áreas verdes são essenciais para a cidade e têm funções vitais, como propiciar sombra, purificar o ar, atrair aves, d

Selo consciente O’R 88º é apresentado na Expo Arquitetura Sustentável

A construção é de baixo impacto ambiental com melhoria da eficiência térmica, acústica, energética. A primeira casa com o grau máximo de sustentabilidade do Selo Consciente O’R 88°, que gradua os projetos do escritório de arquitetura Atelier O’Reilly, será apresentado pelo Consórcio Conexão 88º - projeto desenvolvido para empreendimento da incorporadora JHSF. "Esta graduação foi possível graças a multidisciplinaridade do consórcio das empresas, o Atelier O’R (arquitetura), Gaia (construtora), Mado (caixilhos) e Rewood (madeira laminada) e dos parceiros complementares que se dedicam ao desenvolvimento tecnológico para baixo impacto ambiental, melhoria da eficiência térmica, acústica, energética e a utilização de materiais ecológicos, certificados, reciclados, utilizando o que há de mais inovador no mercado sustentável”, explica Patricia O’Reilly, arquiteta urbanista, membro da Conexão 88. A expectativa da Conexão 88º com a Casa 88º é mostrar a viabilidade desse tipo

Centro Cultural Jean Marie Tjibaou em Nouméa

     Compatibilizar o programa de um centro cultural com a idéia de construção de um símbolo da civilização kanak que, no entanto, se afastasse da "imitação folclórica, dos âmbitos do kitsch e do pitoresco" (1), foi uma questão fundamental na realização do projeto do Centro Cultural Jean Marie Tjibaou Nova Caledônia.   Tratou-se de ver como a cultura kanak definiria a própria arquitetura a construir. Nesse processo, não estariam implicados tanto os procedimentos herméticos como aqueles de diálogo com as "preexistências" do lugar. Para isso, foi necessário "tentar entender como nasceu aquela cultura, porque tinha seguido determinadas tendências, que filosofia de vida a conformara" (2). Durante a realização do projeto, trabalhou-se com base nas premissas que as construções da tradição kanak nascem da estreita relação com a natureza e são efêmeras como alguns de seus materiais. Sua continuidade no tempo não é baseada na duração do edifíc

Churrasqueira solar pode substituir lenha e carvão nos países em desenvolvimento

Extremamente tradicional no Brasil, principalmente na região Sul, o churrasco costuma ser uma ótima opção para reunir a família e os amigos, além de ser muito saboroso. Entretanto, está longe de ser uma prática das mais ambientalmente corretas, até porque a queima do carvão e da lenha emitem uma série de gases poluentes na atmosfera, além do risco de contaminação decorrente do contato com a fumaça. Depois de passar uma temporada na Nigéria, onde ainda se usa lenha para o cozimento dos alimentos, o professor do Massachusetts Institute of Tecnology (MIT), David Wilson, criou o Wilson Solar Grill que, não só pode cozinhar seus alimentos quando o sol está brilhando durante o dia, como também pode armazenar energia para que se possa cozinhar durante a noite. Isso é possível graças ao fato de a churrasqueira solar conseguir armazenar energia térmica para até 25 horas de uso, alcançando temperaturas de 230ºC. O produto, que encontra-se em fase de desenvolvimento, poderá a

Arquiteto projeta cúpulas sustentáveis para habitação e abrigo de refugiados

Método desenvolvido na década de 60 reduz tempo e custo de produção. Casa residencial em formato de cúpula é o resultado de um tipo de construção nada convencional – apesar de ter sido desenvolvido na década de 60 -, que está em análise e poderá ser usado em dois projetos: abrigo para refugiados e habitação de baixo custo. A técnica batizada de Binishell consiste em inflar balões para servirem como fôrmas, por cima delas é colocado o concreto e o restante dos materiais. O arquiteto Dante Bini foi quem patenteou a ideia e, na época, ajudou a reduzir o tempo e o custo das construções – uma vez que os moldes tradicionais eram bastante caros. Agora, seu filho Nicoló Bini, está propondo novas construções utilizando esse método. "É uma alternativa a habitação de baixo custo que é melhor do ponto de vista ambiental e humanitário. Temos um produto permanente que não é apenas mais verde, mas também mais rápido para construir do que outros sistemas", afirmou ele.

Casas feitas de terra: conheça a bioconstrução

A bioconstrução - conjunto de técnicas para construir edifícios com terra e fibras vegetais, como madeira de demolição e bambu, por exemplo, é uma maneira rápida, barata e sustentável de construção. Pau a pique, taipa de pilão, tijolo de adobe... Essas antigas técnicas foram aperfeiçoadas, surgindo outras como o superadobe e revestimentos como o calficite. Essas técnicas diminuem a variação de temperatura dentro da construção: em uma casa de tijolo cerâmico a temperatura pode variar de 17ºC a 34ºC, enquanto na bioconstrução, com parede de terra medindo 25cm, a temperatura varia somente de 22ºC a 28ºC. O que queremos mostrar neste post de hoje é que esse tipo de construção pode ser visualmente muito interessante, cheia de cores e novas formas, verdadeiras obras de arte. Apartamentos Kunst - Viena.  Projeto do arquiteto austríaco Friedensreich Hundertwasser. Imagem deste link. “Paraíso do Vinho” - Eisenheim, Alemanha.  Casa projetada por Friedensreich Hundertwasser.