Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2009

Palestra com Sergio Besserman Vianna, Economista e Ecologista, conselheiro da WWF-BR, Presidente da Câmara Técnica de Desenvolvimento Sustentável e Governança Metropolitana - RJ

Próxima Terça-feira 8 de dezembro - 19:00h - Escola de Artes Visuais do Parque Lage - Salão Nobre - R. Jardim Botânico, 414 - Ingresso - 1 lata de leite em pó a ser doada a ONG RENASCER.

Casa sustentável brasileira disputa prêmio na Europa

Por Fernanda Vasconcelos - 19/11/2009 Uma casa em que o sol é a única fonte de energia para todas as atividades cotidianas dos moradores é o resultado de uma parceria entre seis universidades brasileiras. A casa, cuja construção deve começar ainda neste mês, em São Paulo, está entre os 19 projetos selecionados para a Solar Decathlon Europe, competição internacional entre universidades que acontecerá em junho de 2010, na Espanha. O uso da energia solar e, também, a flexibilidade da construção contribuem para tornar sustentável o projeto das universidades brasileiras, batizado como Casa Solar Flex. Além de estar equipada para converter a luz do sol em energia e calor, a casa é projetada em módulos que permitem diferentes montagens a partir de uma mesma estrutura, adaptando a construção às condições ambientais locais. A equipe brasileira responsável pelo projeto, chamada Consórcio Brasil, é formada por estudantes e professores de seis universidades do país (USP, UFSC, UFRGS, Unica

Alimentando uma casa com energia solar

Agora que temos nosso módulo FV, o que fazemos com ele? O que você teria que fazer para trazer energia para sua casa através da energia solar? Embora não seja tão simples como colocar alguns módulos no telhado, também não é tão difícil assim. Primeiro de tudo, nem todo telhado tem a orientação ou o ângulo de inclinação adequado para tirar proveito da energia solar. Sistemas FV sem rastreamento no Hemisfério Norte devem apontar em direção ao sul (esta é a orientação). Eles devem ficar inclinados em um ângulo igual à latitude da área para absorver a máxima quantidade de energia o ano todo. Uma orientação e/ou inclinação diferente poderia ser usada se você quisesse maximizar a produção de energia para a manhã ou tarde e/ou, ainda, para o verão ou inverno. É claro que os módulos nunca devem receber sombra de árvores ou de prédios vizinhos, não importa a hora do dia ou a época do ano. Em um módulo FV, mesmo se apenas uma das 36 células estiver na sombra, a produção de energia será reduzid

Plástico biodegradável é feito de milho

Professor do MIT abre fábrica de bioplástico – material que é degradado na natureza e pode ser produzido a partir do milho. De acordo com Anthony Sinksey, do Massachusetts Institute of Technology, mais de 113 milhões de toneladas de plástico são produzidos no mundo por ano. O problema não está somente na fabricação, mas na poluição gerada com o descarte do material Muito do plástico produzido vai parar nos oceanos, onde ele nunca se decompõe: só é quebrado em minúsculas partículas. Como resultado de um trabalho de mais de 25 anos, no mês que vem o professor Sinksey e seu antigo aluno Oliver Peoples irão abrir a fábrica Metabolix, que usa tecnologia patenteada do MIT para fazer plástico de milho. A fábrica pretende produzir anualmente 50 mil toneladas de bioplástico, que será degradado no solo ou oceano. Isso é apenas 1% do que somente os Estados Unidos produzem, mas espera-se que a indústria tenha potencial de crescimento. Segundo os cientistas, o mercado global de polímeros bio

Dicas Eco-Friendly

Dica 1: Foi lançado em junho e chegou ao Brasil através da operadora TIM, o Samsung E1107 Solar. O aparelho tem bateria com carregamento solar, que possui autonomia para até 10 minutos de conversa com uma hora de carga solar, rádio FM, viva-voz e alerta vibratório. Dica 2: Uma das formas de pensar sustentavelmente é buscar informações sobre a quantidade de energia consumida em casa. Como conseguir essa informação? Passe a usar a calculadora criada por Furnas Centrais Elétricas que está disponível em www.furnas.com.br/simulador_consumo.asp. Com ela você pode saber quanto gasta com cada aparelho em casa e controlar o seu consumo. Dica 3: Como muitos já sabem, 50 milhões de toneladas de lixo eletrônico são geradas por ano no planeta e o destino costuma ser um aterro sanitário. Pensando nisso, organizações como a Fundação Pensamento Digital e o Comitê para Democratização da Informática (CDI) oferecem a opção do descarte consciente, assim os computadores e seus acessórios pode

TIJOLOS ECOLÓGICOS LAPIN

Residência construída cm tijolo ecológico 01. Porquê os Tijolos LAPIN são chamados de Ecológicos? Porque não passam pelo processo de queima, como acontece com os tijolos convencionais, evitando assim a derrubada de árvores para utilizar a madeira como combustível. 02. Os Tijolos Ecológicos LAPIN são também conhecidos como Tijolos Modulares. O que é isso? Nos Tijolos Modulares o princípio de montagem é feito por módulos, possuindo medidas e formatos padrões, permitindo assim a precisão na aplicação e distribuição dos mesmos. 03. Porquê é mais barato construir com os Tijolos Ecológicos LAPIN, mesmo eles sendo mais caros que os tijolos convencionais? A aplicação dos Tijolos LAPIN consorciada com outros técnicas construtivas (como o radier israelense, por exemplo) irá requerer uma estrutura mais otimizada para a descarga dos pesos de obra, reduzindo assim o custo de fundações para que possa ser realizada a montagem. Além disso, dada a uniformidade dos tijolos, os mesmos não irão

Embaixadores do clima em ação

Na semana passada, estudantes do ensino médio tiraram uma foto aérea da campanha 350 no gramado do senado brasileiro em Brasília para passar a mensagem da campanha – divulgado pela coordenadora do 350 no Brasil, Paula Collet. Os adolescentes eleitos pelo British Council como embaixadores do clima, projeto que leva informação e ações de sustentabilidade para escolas públicas e privadas no Brasil, João Pedro Barbosa e Sofia Martins Carvalho, organizaram um grande 350 na frente do Congresso Nacional. Eles mobilizaram 200 estudantes para fazer parte desta ação, todos estavam muito animados e até pintaram a face com 350. A mídia apareceu para cobrir o evento, apesar de não ter sido muito divulgado, os jovens fizeram questão de conversar com todos da imprensa sobre a importancia da mobilização dos jovens para assegurar seus próprios futuros. O senador Sarney Filho, que representa há muito tempo o time que luta pelo meio ambiente, saiu do congresso e foi receber os estudantes, assinou a

Uso sustentável de energia

Os prejuízos ambientais provocados por ações humanas tornaram-se uma das principais preocupações da sociedade atual. Com o objetivo de sensibilizar a população sobre a importância desse tema, a Pontifícia Universidade do Rio Grande do Sul (PUCRS) lançou, em setembro último, o projeto denominado Uso Sustentável de Energia (USE), que envolverá campanha de conscientização, capacitação de técnicos-administrativos e professores de todas as unidades acadêmicas, elaboração do Manual de economia de energia e de uma página virtual. A iniciativa inclui também uma série de projetos, como o do telhado verde, em que as tradicionais telhas para cobrir casas e edificações são substituídas por uma camada de vegetação. O professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) e membro da USE Márcio D’Avila adverte que determinar qual o melhor modelo de telhado a ser usado exige a análise de vários aspectos. “Estamos pesquisando diversas espécies de plantas”, conta. “É importante que elas resistam be