Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2016

Casa de Família construída no Japão pela Tailored Design Lab

Rodeada por terrenos agrícolas no Japão rural, esta casa projetada pelo estúdio de arquitetura Tailored Design Lab apresenta um telhado com acentuada inclinação o que permite uma vista da paisagem melhor, e foi instalada uma chaminé de grandes dimensões que proporciona uma ventilação natural. Os clientes - uma família que gosta de jardinagem e jogos ao ar livre - pediu a Tailored Design Lab para construir-lhes uma casa que abraçasse a área agrária, e por isso a equipe desenvolveu um projeto que se abre diretamente para a área externa mostrando os campos vizinhos. Grandes janelas foram adicionados para oferecer vistas panorâmicas sobre a paisagem de cada quarto. Uma chaminé de ventilação robusta também foi incluída para trazer abundância de ar fresco, inspirado por uma estrutura que o arquiteto e co-fundador do estúdio Hidetoshi Sawa viu em uma visita a África. "A solução mais convincente em como incorporar efetivamente a paisagem era fornecer um design q

WOHA revela “Fragmentos de um Futuro Urbano” para a Bienal de Veneza 2016

PARKROYAL em Pickering. Imagem Cortesia de WOHA Architects Do escritório WOHA , com base em Singapura , "Fragmentos de um Futuro Urbano" estará em exibição na Bienal de Veneza 2016 , abordando algumas das questões críticas que as megacidades enfrentam atualmente – "urbanização sem precedentes, acelerando mudanças climáticas e a necessidade de preservação da biodiversidade tropical". Sendo parte da exposição colateral “ TIME SPACE EXISTENCE ,”, da Global Art Affairs Foundation, a contribuição de WOHA estará sediada no Palazzo Bembo. Oasia Downtown Hotel. Imagem Cortesia de WOHA Architects A exposição multimídia apresenta três dos projetos mais inovadores do WOHA , todos utilizando eco-sistemas verticais para tirar vantagem dos desafios que enfrentam as cidades tropicais. Situado em Singapura – um exemplar das cidades tropicais asiáticas hiper-densas – estes edifícios apresentam "fachadas porosas, caminhos arejados, e jardins comunais" insinu

Mobiliário para Dormitório utilizando Caixotes de Madeira descartados

Em muitos países, principalmente nos caracterizadas pelo excesso de desperdícios como o Brasil, as poucas atitudes e ações sustentáveis acabam adquirindo reconhecimento da população. Em meio a isto, o meio acadêmico acaba instigando os alunos a refletirem sobre a temática da sustentabilidade, incentivando-os a expandir a sua criatividade e, acima de tudo, ultrapassar as barreiras e preconceitos sociais. E foi desta forma, partindo da ideologia da otimização dos materiais, que o estudante Andriel Fenner de Arquitetura e Urbanismo da UCPel, propôs um trabalho de reciclagem de materiais, criando um mobiliário para dormitório utilizando caixotes de madeira descartados.  A ideia surgiu da necessidade de criação de um mobiliário que priorizasse a ventilação e iluminação natural, uma vez que, a cidade litorânea de Rio Grande (RS) apresenta altos índices de umidade do ar. Assim, aliando-se as tendências atuais do EcoDesign e um pouco de criatividade, criou-se um projeto não apenas funcion

Jardim Vertical - Inspire-se!

O jardim vertical é uma ótima solução para deixar a natureza entrar na sua casa, em uma época que os espaços horizontais estão cada vez menores. Essas verdadeiras paredes vivas podem ser montadas na varanda, na sala ou até mesmo na cozinha. Elas colaboram com a diminuição dos efeitos da emissão de carbono e diminuem a temperatura do ambiente pelo controle da energia solar. A engenheira agrônoma e paisagista Ana Augusta Lupion, da Lupion Paisagismo , ensina como montar um jardim vertical, quais plantas utilizar e como fazer a manutenção. Acompanhe o post e fique por dentro das principais técnicas e harmonias para você montar o seu jardim vertical! Jardim Vertical | Como montar? Existem diferentes técnicas para montar um jardim vertical e para todos os bolsos! Uma das mais sofisticadas são os blocos da Green Wall Ceramic , que formam vasinhos e contam com a possibilidade de instalar um sistema de irrigação, que facilita o cuidado e manutenção. A Neo Rex oferece blocos d

Por que a iniciativa open source de Aravena é um grande passo para oferecer moradias melhores para todos

Este artigo, escrito pela fundadora de Paperhouse, Joana Pacheco, foi originalmente publicado na Metropolis Magazine como " Aravena's Small Step, Open Source's Big Leap ." Quando Alejandro Aravena foi o ganhador do Prêmio Pritzker no início de abril, fez um anúncio importante: os desenhos de quatro de seus projetos de moradia social estariam desde aquele dia disponíveis no site do Elemental para uso livre. Através do trabalho do seu escritório Elemental , Aravena é conhecido por seu interesse no desenho participativo de moradia incremental: um modo de trabalhar que está ligado às limitações de orçamento e que se converte em pedra angular do trabalho do estúdio Elemental. O lema - que foca naquilo que é difícil de conseguir, que não se pode fazer de forma individual e que garante o bem estar comum no futuro - tem como resultado a 'metade de uma casa'. Apresentado pela primeira vez há mais de uma década, o modelo consiste em um espaço expansível

7 princípios básicos da “Passivhaus” – Casa Passiva

Imagem: Sustentarqui O que é uma casa passiva? A casa passiva, ou passivhaus, é um modelo de certificação alemão de construção sustentável, criado com o objetivo de construir casas e edifícios com um consumo de energia zero ou muito baixo. O nome, casa passiva, é dado por esta ser capaz de gerenciar a sua climatização (captação, aquecimento/refrigeração e distribuição de ar) por si mesma, com mecanismos simples e de baixo consumo energético.  7 princípios básicos da Casa Passiva (Passivhaus):  1- Superisolamento:  A casa passiva possui alta eficiência energética, em razão do isolamento térmico exigido ser muito maior que o isolamento utilizado tradicionalmente na construção civil, evitando ou reduzindo o consumo de energia para o aquecimento ou o refrigeração da casa. O princípio é que com um envelope térmico eficiente, o que nada mais é que o seu envoltório (paredes, telhado, pisos e esquadrias) bem isolado do exterior, cria-se um interior confortável, sem recor