Pular para o conteúdo principal

Perspectiva e refúgio num projeto de Andersson Wise Architects

O complexo mistura-se ao entorno, oferecendo perspectiva e segurança
(crédito: Andersson Wise Architects)

As pessoas sempre buscam um refúgio que lhes forneça uma bela vista do horizonte. O geógrafo britânico Jay Appleton já apontava isto em seu livro, The Experience of Landscape, de 1975. As teorias de Appleton inspiraram os arquitetos Arthur Andersson e Chris Wise, de Austin, Texas, na sua concepção de um complexo de quatro edifícios na região noroeste de Montana.
Seus clientes, Connie e Martin Stone, para quem a Andersson • Wise Architects já havia projetado uma casa em Tucson, Arizona, queria tanto perspectiva quanto refúgio em sua casa de campo em Flathead Lake, Montana. Segundo Connie, o casal sentiu que o projeto criaria "um lugar totalmente exclusivo, em que se sentiriam protegidos e junto à natureza."
Descendo um caminho estreito de cascalho através da densa floresta, primeiramente se avista a portaria do empreendimento, de 570 metros quadrados, em seguida, vem área de lazer com seus 1.600 metros quadrados, a casa de hóspedes com 630 metros quadrados, e, mais próximo ao lago, a casa principal com 980 metros. Aqui, os proprietários têm seus quartos, banheiros, sala de estar e dois escritórios.
Revestimento em achas de lenha nas paredes externas
(crédito: Andersson Wise Architects)

Cada um dos edifícios possui sua própria personalidade, mas todos mantém sua intimidade, seus espaços aconchegantes e amplas varandas. Paredes móveis oferecem conexões sem costura entre o interior e o exterior, além de vistas espetaculares do lago.
Enquanto a portaria, a casa de hóspedes e a área de lazer apresentam-se revestidas em cedro esfumaçado e telhados em aço Corten, a casa principal se destaca como a pièce de résistance. Concebida como um objeto escultural na paisagem, oferece um espaço separado para que os proprietários possam refugiar-se da família e convidados.
No lado superior da casa, os arquitetos construíram paredes com achas reutilizadas das espécies coníferas Douglas fir, larício, e outras, produtos do desmatamento no local. Cortados no tamanho padrão de lenha, os troncos são empilhados a seco de cada lado de uma camada de isolamento impermeável, e presos com fixadores cegos.



Cozinha - créditos: Andersson Arquitetos Sábio
Além disso, paredes de granito extraído localmente e um telhado verde, fazem com que a casa ganhe um aspecto de simplicidade refinada.
A casa principal, bem como os outros três edifícios no local, foi estrategicamente posicionada para evitar o bloqueio dos cursos de uma série de rios subterrâneos que correm para o lago.
Espaços aconchegantes e ampos
créditos: Andersson Arquitetos Sábio

Esses fluxos ajudam a irrigar outros espaços que foram artificialmente esculpidos no deserto, como um gramado que desce para a água. "Se eu pudesse escolher uma palavra para descrever os espaços, tanto dentro como fora", diz Connie Stone, "eu usaria o termo puro ". Tudo é resolvido, tudo está correto.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios