Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2013

Holandeses constroem escola sustentável em comunidade do Mali

A comunidade de Balaguina, uma aldeia rural localizada em Dogon, no Mali, ganhou um centro educacional construído de maneira sustentável. O projeto é dos arquitetos holandeses Joop e Jurrian van Stigt e foi encomendado pela Foundation Dogon Education. A primeira preocupação considerada pelos arquitetos era sobre o local exato em que a escola seria construída. Por isso, eles se dispuseram a ouvir as comunidades e encontraram um ponto que serviria de acesso também para as pessoas que moram em aldeias vizinhas. A construção precisava seguir alguns princípios básicos, como a utilização de materiais e recursos locais, para que ela fosse econômica e sustentável. Além disso, era preciso integrá-la à comunidade, utilizando métodos tradicionais de construção. Em consequência disso, a escola acabou sendo edificada com tijolos de barro, feitos na própria região. Essa matéria-prima substituiu diversos itens usados em construções tradicionais. As telhas, por exemplo, fo

Mineirão é inaugurado com usina fotovoltaica

O segundo estádio para a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014 a ser entregue, o Mineirão agora tem uma usina solar. A cerimônia de inauguração aconteceu na última semana e foi promovida pelo Governo de Minas e pela Companhia Energética de Minas Gerais, Cemig. A usina do Mineirão tem uma potência instalada de 1,42 MWp, com cerca de seis mil módulos fotovoltaicos, sendo que toda a energia gerada será injetada na rede de distribuição da Cemig. Já a implantação da Usina Solar Fotovoltaica (USF) Mineirinho, que terá uma potência de 1,1 MWp, está em processo de elaboração de edital. Os empreendimentos fazem parte do Projeto Minas Solar 2014 da Cemig. Com essa potência, a usina será capaz de atender, aproximadamente, 900 residências de médio porte. Para que a eletricidade chegue à rede de transmissão, haverá uma subestação de alimentação situada dentro do estádio. De toda a energia produzida, 10% serão utilizados pela Cemig e o restante abastecerá o próprio complexo. A previsão

Construções e Reformas Particulares Sustentáveis

  AUTOR:Ministério do Meio Ambiente Para quem está pensando em construir ou reformar, o Ministério do Meio Ambiente (MMA) disponibiliza uma cartilha que traz orientações sobre como fazer moradias sustentáveis que gerem economia e durabilidade. O objetivo é difundir práticas de obras sustentáveis aos consumidores, permitindo a otimização dos recursos financeiros e naturais investidos. Faço o download na figura ao lado. Fonte: Portal EcoD

Empresa vende embalagem de cogumelos que vira adubo e alimento depois de usada

Uma embalagem natural e biodegradável, produzida com cogumelos e resíduos agrícolas, foi desenvolvida por estudantes do Instituto Politécnico Rensselaer, em parceria com a empresa Ecovative Design , em Nova Iorque. O material ganhou o nome de Mycobond, e pode ser usado posteriormente como adubo orgânico e até servir de alimento para os humanos. Além disso, durante a produção da embalagem, as emissões de gás carbônico são dez vezes menores do que na fabricação das embalagens convencionais. Vendidas sob encomenda no site da empresa , as embalagens Mycobond são elaboradas com os fungos mycelium, que ficam isolados por uma semana, em local escuro com temperatura ambiente. Nestas condições, os cogumelos crescem dentro de uma estrutura de plástico, que determina o formato da embalagem. Quando fica pronta, a peça é aquecida, interrompendo o processo de crescimento dos cogumelos. No total, o processo de fabricação utiliza uma quantidade de energia oito vezes inferior à necessár

Romenos criam casa sustentável que pode ser controlada por celular

A Soleta zeroEnergy é uma pequena residência construída de maneira sustentável e para ser totalmente independente das redes de energia elétrica. Além disso, a casa é altamente tecnológica, tendo boa parte de suas funções capazes de serem controladas através de um smartphone. O projeto é fruto do trabalho dos jovens arquitetos romenos que integram a Fundação para Invenção e Tecnologias Sustentáveis Justin Capra. Este é o primeiro protótipo apresentado pelo grupo e ele está instalado na capital romena, Bucareste. O Soleta zeroEnergy é um espaço projetado com design simples e acessível. Por sua versatilidade, ele pode ser utilizado como uma pequena residência, escritório ou apenas como moradia de férias. Para a construção a equipe utilizou materiais naturais e de origem local, com o intuito de minimizar o impacto ambiental. No lugar das paredes sólidas, os arquitetos utilizaram vidro isolante. Esta opção maximiza a relação entre interior e exterior e permite qu

Poloneses transformam antigo reservatório em centro de esportes radicais

Um antigo reservatório abandonado na Polônia está prestes a se tornar um complexo de esportes radicais. O projeto de revitalização é do escritório de arquitetura Moko e inclui a reutilização de contêineres para complementarem a construção. A ideia é transformar os dois silos que atualmente estão fora de uso em um tanque para a prática do mergulho e um centro de aprendizagem de paraquedismo. De acordo com os arquitetos responsáveis pelo trabalho, será possível transformar um dos reservatórios em uma “caverna submersa” com 25 metros de profundidade. O outro silo servirá como um tubo gigante em que é possível treinar paraquedismo com segurança. Nele o ar fluirá em alta velocidade, para que seja possível preparar bem os atletas que utilizam o espaço. Além dos dois silos, a estrutura contará com o uso de contêineres escalonados. Eles serão instalados junto às torres e formarão um prédio multifuncional. Logo no térreo o complexo contará com espaços para exposições

Prédio residencial de SP é o primeiro a ter selo AQUA na fase Realização

A Even, construtora e incorporadora, acaba de anunciar o primeiro prédio residencial do Brasil a receber a certificação de cuidado ambiental AQUA na fase de realização. O empreendimento está localizado na região sul de São Paulo e oferece benefícios em longo prazo aos moradores. O selo destinado à construção civil reconhece a adoção de práticas sustentáveis e prevê três etapas: Programa, que analisa o planejamento funcional e ambiental do edifício; Concepção, em que deve ser comprovado o Perfil de Qualidade Ambiental na elaboração do projeto executivo; e Realização, que atesta o atendimento a todas as categorias da certificação na execução da obra. “O True já foi o primeiro residencial de São Paulo a obter a certificação na fase Programa e o primeiro do Brasil, na fase Concepção. Agora repete o pioneirismo, no país, na conquista do selo na fase Realização, comprovando o ineditismo nas questões relacionadas à sustentabilidade”, afirma Silvio Gava, diretor-executivo

Sistema de irrigação movido a energia solar é criado para agricultores de baixa renda

Um sistema de irrigação movido a energia solar foi criado pela International Development Enterprises (iDE) e deverá chegar em breve ao mercado internacional, com preços acessíveis. A solução sustentável foi desenvolvida para agricultores de subsistência, mas poderá ser usada por todos os proprietários de plantações, uma vez que o dispositivo dispensa o uso de combustíveis ou eletricidade para funcionar, reduzindo gastos. Nomeado SunWater, o sistema de irrigação é uma alternativa mais barata para atender os agricultores de regiões secas, como desertos e sertões. Nestes locais, a maior parte da atividade agrícola é de subsistência, e a escassez da água gera vários problemas, diminuindo a produção das culturas e prejudicando a atividade pecuária – o que causa impactos diretos na renda das famílias que dependem da terra para sobreviver. Além de eliminar o uso de combustíveis fósseis, que têm preços altos e poluem o ar com altos níveis de CO2 e gases tóxicos, o SunWater

Saiba como funciona um supermercado colaborativo

A capital da Inglaterra, Londres, possui um grande exemplo de empreendedorismo ecologicamente correto e inovador. Na cidade foi aberto o The People’s Supermarket (O Supermercado do Povo) em que o consumidor torna-se sócio do empreendimento. No modelo de negócio, que teve início em 2009, as pessoas podem assumir o papel de membros do supermercado, sendo que cada uma delas, automaticamente, se torna dona. Em troca, são oferecidas horas de trabalho voluntário. Os benefícios para os consumidores é ter descontos nas compras, que, por sinal, já apresentam um valor reduzido em relação às outras redes. O menor preço é uma das consequências do fato do quadro de funcionários fixos ser bem pequeno. O Supermercado do Povo recentemente implantou o sistema de cartão de fidelidade em que as pessoas podem acumular pontos e, posteriormente, revertê-los em recompensas. A ideia foi desenvolvida por Arthur Potts-Dawson, Kate Bull e David Barrie. O trio se inspirou na história d

Taiwaneses projetam edifício com fachada que gera energia eólica

As turbinas eólicas influenciaram a criação do Wind Tower, um prédio projetado para gerar energia limpa. O responsável pelo projeto é o escritório taiwanês de arquitetura e urbanismo Decode . O intuito deste projeto é tornar o edifício referência mundial em uma estrutura multiuso e elegante. Além de ter todas as funções de um prédio tradicional, o conceito inclui a utilização de uma fachada flexível que funciona também como uma usina eólica. A alternativa encontrada pelos arquitetos foi criar uma espécie de capa que encobre todo o edifício e é composta por múltiplos geradores eólicos. Assim, conforme o vento bate os geradores se movimentam e podem, até mesmo, modificar a fachada do prédio. De acordo com o site do escritório, a eletricidade gerada a partir dessa fonte é suficiente para abastecer todo o edifício. O sistema é conectado a uma rede interna que distribui a energia conforme a necessidade. Mesmo que as turbinas estejam em todo o redor do pré