Pular para o conteúdo principal

Subúrbio de Vancouver tem a maior parede verde da América do Norte


Esta parede viva é composta por mais de dez mil plantas individuais que representam mais de 120 espécies. | Imagem: Arch Daily
 
White Rock, um pequeno subúrbio em Vancouver, Canadá, agora pode se vangloriar de ter a maior parede verde da América do Norte, graças a Green Over Grey Living Walls and Design, empresa canadense que projeta e instala paredes verdes (também conhecidas como paredes vivas). Uma parede descoberta de aproximadamente 279m2 é agora um exuberante jardim de uma grande variedade de vida vegetal. Ela está localizada na fachada da Biblioteca Pública Semiahmoo.
Esta parede viva é composta por mais de dez mil plantas individuais que representam mais de 120 espécies. Entre elas estão forrações, plantas perenes de grande porte, arbustos e árvores pequenas.
Este jardim autossuficiente vertical é afixado no exterior do edifício, embora também seja possível cultivar jardins deste tipo em espaços interiores. A tecnologia desenvolvida para este método é um solo livre, e as plantas recebem água e nutrientes a partir de suportes verticais ao longo da fachada ao invés do chão. A estrutura imita a ação capilar que as plantas usam naturalmente para crescer verticalmente sobre falésias, escarpas, ramos ou ao longo de cachoeiras.
"A grande diversidade de espécies de plantas escolhidas cria um ecossistema equilibrado, que é um oásis urbano para as abelhas, borboletas e beija-flores", diz Patrick Poiraud, diretor da empresa. "A parede viva ajuda a isolar o edifício, purificar o ar e transforma o concreto cinza em centenas de tons de verde."
A parede beneficia tanto os habitantes do edifício como as pessoas que passam pela área. Ela aumenta a biodiversidade e ao mesmo tempo proporciona um sistema natural que melhora o consumo de energia do edifício. A empresa tem encontrado muitas aplicações para a vida vegetal, tornando a sua utilização mais fácil e mais acessível, para melhorar a vida das plantas naturais dentro de nossas cidades.
Fonte: CicloVivo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios