Pular para o conteúdo principal

Look Up Agentur por Anin Jeromin Fitilidis & Partner Architecture


A leveza do vidro contrasta com o duro concreto
(crédito: Anin Jeromin Fitilidis & Partner)
A agência de comunicação LOOK UP, em Gelsenkirchen, Alemanha, buscava um edifício com alto valor de reconhecimento, que expressasse autoconfiança e uma atitude progressista através da clareza das suas linhas, simbolizando os métodos de trabalho da agência.
O edifício está situado em uma área revitalizada, antes ocupada por uma mina de carvão, e ocupa três andares, sem porão. A produção fica no piso térreo, onde ocorre a finalização dos produtos da Look Upa. A área de criação, assim como as salas de reuniões e gestão estão localizados nos dois pisos superiores. Os pisos foram concebidos como áreas de trabalho abertas, transparentes. Divisórias de vidro sem moldura são usadas para separar as áreas. Apenas instalações sanitárias e o salão de chá formam um bloco independente. É possível ter acesso ao exterior em todos os andares: varandas estão dispostas ao longo da grande laje de concreto.
As áreas externas podem ser acessadas a partir de qualquer um dos pavimentos
(crédito: Anin Jeromin Fitilidis & Partner)
O tipo de construção das paredes externas de concreto foi executado na Alemanha pela primeira vez. As paredes duplas foram concebidas com uma camada interna de concreto armado de 17 centímetros de espessura. A concretagem da parede exterior de 10 cm de largura foi realizada no local. Apenas as lâminas de concreto do lado sul do edifício são pré-fabricadas. A leveza das fachadas de vidro se destaca contra as paredes de concreto pesado. As áreas de vidro têm cerca de 3,40 mx 3,00 m de dimensão e são integradas em uma construção de colunas e vigas de lariço, sem parafusos visíveis. Este tipo de projeto de fachada foi planejado e realizado pela primeira vez, também.
Todas as paredes, tetos, bem como as escadas de circulação interna do prédio também foram realizados no local em concreto fair-faced. Para os acabamentos interiores foram usados principalmente lariço e aço combinados com concreto. O piso na área de produção, no andar térreo, é uma resina epóxi na cor branca. Já o piso dos andares de escritórios, é um leve mármore Jurassic jateado , debruado na fronteira das fachadas por uma banda de concreto de 10 cm de largura. Anin Jeromin Fitilidis & Partner Architecture

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Política dos 5 R's e Consumo Consciente

A politica dos 5Rs, são as possíveis acções práticas que no dia a dia, podem reduzir o impacto no meio ambiente, através do estímulo ao consumo consciente. São elas: 1 - Repensar os hábitos de consumo Pense na real necessidade da compra daquele produto, antes de comprá-lo. Depois de consumi-lo, separe as embalagens, matéria orgânica e óleo de cozinha usado. Deite no lixo apenas o que não for reutilizável ou reciclável. Evite o desperdício de alimentos. Use produtos de limpeza biodegradáveis. Prefira embalagens de papel e papelão. Adquira produtos recicláveis ou produzidos com matéria-prima reciclada, durável e resistente. Utilize lâmpadas economizadoras e pilhas recarregáveis ou alcalinas. Mude seus hábitos de consumo. 2- Recusar produtos que prejudicam o meio ambiente e a saúde Compre apenas produtos que não agridem o meio ambiente e a saúde. Fique atento ao prazo de validade e escolha as fábricas e empresas que têm compromissos com a ecologia. Evite o excesso de sacos