Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

12 de mai de 2011

Tome um refrigerante e abasteça seu carro

Já postei anteriormente uma notícia sobre o assunto, mas vale a pena lembrar, pois se isso é possível é bom que seja divulgado.

Você termina de beber aquele refrigerante gostoso num dia de calor e faz o que com a garrafa? A resposta mais óbvia seria “separo para reciclagem”, mas e se algum japonês fizesse uma máquina para você jogar essa garrafa e abastecer seu carro? Fique feliz, o japonês existe e fez a máquina.
Akinori Ito, que trabalha na empresa Blest, criou uma máquina que utiliza reações químicas entre o plástico das garrafas PET (e de sacolas plásticas também) e água para gerar gasolina, diesel e querosene.
Os plásticos precisam ser colocados limpos na máquina, daí ela os aquece até se tornarem gás. Esse resultado é enviado para uma parte da máquina onde, em contato com a água, ele se torna o combustível desejado.
Akimori avisa que a máquina não queima o plástico, então não corremos o risco de emitir poluição durante o processo de “criação” do combustível.
O aparelho pesa cerca de 1kg e consegue gerar até um litro de combustível. Ele vem sendo apresentando em escolas e eventos ambientais. Ele não é tão bom quanto o Mr. Fusion da trilogia “De Volta Para o Futuro” (se você não se lembra de um dos melhores filmes da história, veja o trailer aqui), mas já é um começo.
Fonte: Eco4planet