Pular para o conteúdo principal

Estádio Beira-Rio adota iniciativas sustentáveis nas obras para conseguir o selo LEED

est�io beira-rio
O estádio Beira-Rio, do Internacional, adotou iniciativas sustentáveis como a tilização da água da chuva na irrigação do gramado/ Foto: Felipe Ribeiro
O Internacional está trabalhando nas obras do Estádio Beira-Rio para conseguir o selo LEED(Leadership in Energy and Environmental Design); o certificado que atesta se a construção é sustentável. De acordo com o jornal sulista Zero Hora, a prefeitura de Porto Alegre solicitou ao clube um relatório sobre quais medidas ecologicamente corretas serão tomadas na execução do projeto.
“Tudo o que conseguimos com sustentabilidade, quando chegamos à pontuação mínima, ganhamos um selo de certificação”, esclareceu Helio Giaretta, engenheiro responsável pelas obras.
No relatório estão citadas ações como o reaproveitamento de material, a utilização da água da chuva (na irrigação do gramado, na lavagem do estádio e nas caixas de água dos banheiros), a maior utilização do concreto nos bancos (e, consequentemente, menos estruturas de madeira) e a iluminação de parte dos campos por energia elétrica solar.
No dia 4 de janeiro, o Internacional recebeu uma licença de instalação, da Secretaria Municipal do Meio-Ambiente (Smam), que o autorizou a retirar as árvores das proximidades de onde será a cobertura das arquibancadas. Elas serão replantadas de acordo com a solicitação da prefeitura.
Andamento das obras
Apesar de precisar retirar as árvores para efetuar a obra, Giaretta afirma que isso não atrasará o seu prazo de entrega.
Ele disse que estava tudo dentro da normalidade e que o novo estádio deve ser entregue no final de 2012, para que ele já possa receber a Copa das Confederações, em 2013.
O engenheiro explicou que as instalações das arquibancadas inferiores começarão em 90 dias e a construção do estágio está dividida em quatro fases. “Quando terminarmos um, liberamos e interditamos outro.” Assim, a capacidade do Beira-Rio será aumentada gradualmente. [EcoD]

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios