Pular para o conteúdo principal

Exposição em Los Angeles mostra design inteligente e bonito para casas sustentáveis



Entre a longa lista de características sustentáveis das casas tem-se ventilação natural, aquecimento solar passivo e sombreamento profundo. (Imagem:ecofabulous)
 
O “Modern Living showhouse” é um exemplo inovador de uma execução funcional, bonita e acessível de projetos residenciais, utilizando materiais reaproveitados e sustentáveis. “Isto é o que acontece quando a criatividade e bom design trabalham juntos para o bem maior do meio ambiente", diz Michela O’Connor Abrams, presidente e editora da revista Dwell.
Todos os anos, a exposição conhecida como Dwell on Design, que acontece em Los Angeles, faz parceria com a Ecofabulous para projetar e decorar uma residência totalmente equipada, simbolizando a vida sustentável aspiracional. Na exposição, os participantes sentem-se em casa e entram em suas fantasias mais profundas de “vida verde”.
"Este ano é uma oportunidade completamente diferente para mostrar que qualquer estilo pode ser abordado com consciência. Eu realmente adorei as duas últimas casas, e eu estou realmente orgulhosa do que fomos capazes de fazer com elas", diz Zem Joaquin, fundadora e editora-chefe da Ecofabulous. 
Os materiais de vanguarda e tecnologias emergentes são o tema para a casa de 51m2, que está sendo montada pela construtora OneBuild. Ao trabalhar em estreita colaboração com o arquiteto Jonathan Davis, da pieceHomes, a equipe foi capaz de criar uma planta baixa funcional usando diferentes alturas de teto e muita luz natural, que ajuda a se sentir muito maior do que a sua pegada. 
"O uso do espaço é muito eficiente", diz Davis. A casa é confortável para uma ou duas pessoas. Para economizar espaço um console ajuda a partição da área externa do quarto e do quarto de dormir. "É um pedaço de gabinete autônomo que tem uma riqueza de armazenamento, bem como se torna um divisor de unidade parcial", diz Davis. Este elemento escultórico é envolto em "Plyboo", uma madeira compensada feito de ​​bambu.
Entre a longa lista de características sustentáveis da casa, variando entre ventilação natural, aquecimento solar passivo e sombreamento profundo, ela também tem uma qualidade única, para uma pré-fabricada: uma sub-base de concreto. Este piso de 11cm de espessura não só adiciona estabilidade à estrutura, como possui uma série de tubos de água quente que passam através do piso oferecendo uma maneira extremamente eficiente para aquecer a casa, que também vem pronta para a energia fotovoltaica e instalações solares de água quente. 
A escolha dos dispositivos elétricos, superfícies e mobiliários são cheios de surpresa, disse Zem. "Isso vai realmente gerar novas idéias para as pessoas e mudar a maneira como elas pensam no projeto de uma casa, da qualidade do ar interior à redução de recursos." 
Evidências podem ser encontradas no banheiro, onde telhas por seixos são feitas de vidro reciclado, bem como uma argamassa feita a partir de 80% de vidro reciclado pós-consumo, além dos pisos que são de cortiça renovável. 
Uma das texturas mais diferentes pode ser encontrada no exterior da casa, um material chamado EcoClad, que usa papel reciclado e fibra de bambu para criar uma resina à base de vegetais que tem capacidade de ser transformada em vários tamanhos e grãos. "É de muito baixa manutenção", diz Davis. Zem aponta um aspecto ainda mais importante: "Isso nunca precisará ser pintado." 
A casa saiu de Los Angeles em 26 de junho e permanecerá exposta virtualmente no site de compras eBay, onde está disponível para um leilão que corre junto à exposição. 
Fonte: Ciclo Vivo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios