Pular para o conteúdo principal

Ferrari lança o 599 Hybrid e promete 35% a menos de emissões

ferrari-capa.jpg
Os carros sustentáveis vieram mesmo para ficar. Prova disso é o Salão de Genebra 2010, que tem sido uma vitrine de carros tecnológicos e menos poluentes. Uma das escuderias mais cultuadas do mundo automobilístico, a Ferrari aproveitou o evento para lançar seu 599 HY-KERS – o primeiro bimotor da montadora que promete reduzir o consumo de gasolina em 35% sem perder a imponência da marca.
O híbrido trará para as ruas a mesma tecnologia utilizada pela Ferrari na temporada 2009 da Fórmula 1: a KERS. Com isso, o veículo terá um motor de 100 cv ligado a um sistema de freios regenerativos que transformam a energia cinética das frenagens em eletricidade para as baterias.
ferrari-04.jpg
O motor é alimentado por baterias de íons de lítio, montadas no assoalho do carro para não prejudicar o centro de gravidade. Já o propulsor alternativo, instalado na traseira do veículo, garante um fôlego extra ao bloco 6.0 V12 de 620 cv, e reduz em 35% os níveis de emissões de CO2.
A Ferrari ainda inovou ao trazer um câmbio semi-automático de sete marchas e dupla embreagem - transmissão inédita em carros híbridos e que permite trocas de marchas mais rápidas e maior eficiência no uso da potência e consumo de combustível.
ferrari-02.jpg
Inspirado no 599 GTB Fiorano, o carro (literalmente) verde da Ferrari deverá entrar no mercado dentro de três ou quatro anos, informou o presidente da Ferrari, Luca de Montezemolo.
Enquanto o protótipo não começa a ser comercializado, os apaixonados pela escuderia podem se contentar com o modelo Califórnia. Equipado com um sistema Stop/Start, o equipamento desliga o motor do veículo enquanto ele está parado, como em semáforos e congestionamentos, e o aciona novamente quando o condutor volta a pisar no acelerador.
ferrari-03.jpg
A tecnologia promete reduzir o consumo de gasolina (e consequentemente as emissões de CO2) em 6% e passará a vir de série em todas as unidades fabricadas do carro a partir de junho deste ano.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios