Pular para o conteúdo principal

Mais eficazes e “limpas”: vem aí as lâmpadas de nanofibras

as l�padas de nanofibras n� usam merc�io, o que faz delas mais seguras e ambientalmente corretas
As lâmpadas de nanofibras não usam mercúrio, o que faz delas mais seguras e ambientalmente corretas/Foto: Divulgação

Uma nova tecnologia de iluminação capaz de ser mais eficiente do que as lâmpadas incandescentes comuns e as fluorescentes: assim são as lâmpadas de nanofibras, desenvolvidas recentemente por um grupo de pesquisadores dos Laboratórios RTI, nos Estados Unidos.
Segundo os cientistas, a novidade é mais eficaz do que as lâmpadas fluorescentes compactas (também conhecidas como “PL”) quando o assunto é a conversão da eletricidade em luz. Mas além da eficácia, a luminária à base de nanofibras também possui uma vantagem em relação às convencionais: não tem mercúrio na composição - fator que confere à ela o status de ambientalmente mais correta.
Construídas a partir de uma estrutura de nanofibras, as novas lâmpadas podem ser controladas com precisão desde o momento em que são fabricadas, o que não ocorre com os filamentos das incandescentes comuns. Dessa forma há um gerenciamento inédito da intensidade de luz emitida e da quantidade de eletricidade consumida.
compostas por nanofibras, as novas l�padas s� mais eficazes do que as fluorescentes comuns
Compostas por nanofibras, as novas lâmpadas são mais eficazes do que as fluorescentes comuns/Foto: Divulgação
De acordo com o site Inovação Tecnológica, os pesquisadores trabalharam com dois tipos de estruturas construídas com nanofibras: refletores de nanofibras e nanofibras fotoluminescentes, conhecidas como PLN (PhotoLuminescent Nanofibers).
Por emitirem luz a partir das nanofibras, as novas lâmpadas são classificadas como lâmpadas de estado sólido, a mesma categoria ocupada pelos Leds e Oleds.
Ecológicas
“Como a iluminação é responsável pelo consumo de quase um quarto de toda a eletricidade gerada, a nossa tecnologia pode ter um impacto significativo na redução do consumo de energia e nas emissões de CO2“, destacou Lynn Davis, coordenador da equipe que desenvolveu as lâmpadas.
Atualmente, os pesquisadores procuram parceiros na indústria para a viabilização da produção das novas lâmpadas em escala comercial. A expectativa é de que os primeiros produtos baseados na nova tecnologia deverão estar no mercado em um prazo máximo de cinco anos.
Com informações do site Inovação Tecnológica.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Política dos 5 R's e Consumo Consciente

A politica dos 5Rs, são as possíveis acções práticas que no dia a dia, podem reduzir o impacto no meio ambiente, através do estímulo ao consumo consciente. São elas: 1 - Repensar os hábitos de consumo Pense na real necessidade da compra daquele produto, antes de comprá-lo. Depois de consumi-lo, separe as embalagens, matéria orgânica e óleo de cozinha usado. Deite no lixo apenas o que não for reutilizável ou reciclável. Evite o desperdício de alimentos. Use produtos de limpeza biodegradáveis. Prefira embalagens de papel e papelão. Adquira produtos recicláveis ou produzidos com matéria-prima reciclada, durável e resistente. Utilize lâmpadas economizadoras e pilhas recarregáveis ou alcalinas. Mude seus hábitos de consumo. 2- Recusar produtos que prejudicam o meio ambiente e a saúde Compre apenas produtos que não agridem o meio ambiente e a saúde. Fique atento ao prazo de validade e escolha as fábricas e empresas que têm compromissos com a ecologia. Evite o excesso de sacos

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt