Pular para o conteúdo principal

Forno solar com timer ganha mais espaço no mercado

sun cook
Sun Cook: aberto e fechado/Foto: Divulgação/ Cellpainel
Não tenha medo de levá-lo para casa porque não há problemas com a alta temperatura. O Sun Cook, forno que possui o mesmo nome da empresa portuguesa que o fabricou, é isolado termicamente por uma estrutura de proteção e o seu transporte é viável, pois o equipamento tem apenas 13 quilos.
O aparelho já havia sido lançado em 2002 como o primeiro forno solar produzido em larga escala do mundo, e as suas inovações tecnológicas e o sistema timer, que funciona através de um relógio solar, são os diferenciais deste produto. 
De acordo com os fabricantes, o forno pode contribuir para a sustentabilidade, já que ele não precisa de combustíveis fósseis ou de qualquer recurso natural, como a madeira. Além disso, por utilizar energia solar, ele não gastar eletricidade, reduzindo os custos de energia do lar.
comida sendo aquecida no forno
Comida sendo aquecida no forno/Foto: Divulgação/Ciclo Vivo
Os alimentos que podem ir ao forno solar são os mesmos que vão aos fornos elétricos, assegurando que estes tenham mais nutrientes do que os que vão aos aparelhos tradicionais. Essa diferença é necessária porque o Sun Cook não funciona com altas temperaturas.
Procedimento
O procedimento no interior do forno é baseado na “ótica ideal” para concentrar os raios solares. Uma série de espelhos curvos direciona a radiação solar para uma chapa onde são colocados os alimentos a serem aquecidos. O equipamento custa pouco mais de 200 euros, e deve colocar Portugal num patamar avançado quanto aos trabalhos óticos nessa área.
o forno solar
O forno solar Sun Cook/Foto: Divulgação/Ciclo Vivo
O forno solar está sendo vendido no site Buy on Future.
Fonte: Redação Ciclo Vivo.                         Via: Redação EcoD


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios