Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

17 de jun de 2011

Ônibus híbrido da Volvo será fabricado em Curitiba

Uma das maiores fabricantes de ônibus do mundo, a sueca Volvo, anunciou que sua Cidade Industrial de Curitiba vai receber um investimento de R$ 96 milhões para que a linha de montagem comece a fabricar ônibus híbridos.
O dinheiro vai para a expansão da produção de chassis, já que a empresa vai continuar fazendo os movidos só a diesel. Segundo a Volvo, ela é a primeira a fabricar veículos híbridos em solo brasileiro – até que apareça alguém para desmentir, ela é mesmo.
Os ônibus híbridos fabricados no Paraná não vão ser vendidos só no mercado nacional. Curitiba venceu uma disputa com as fábricas da Ínidia e do México. Essa vai ser a primeira linha de montagem de híbridos da empresa fora da Europa, já que as duas atuais ficam em Boros e Wroclaw, na Polônia.
Ano que vem começa a pré-produção dos ônibus e, se tudo correr bem, serão 80 unidades feitas. Luciano Ducci, prefeito de Curitiba, já falou que a prefeitura tem interesse numa frota com 60 desses ônibus que serão comprados entre 2012 e 2013. A Volvo também falou que fará testes desses veículos em São Paulo e Rio de Janeiro, ela aposta na necessidade gerada pelos eventos como Copa e Olimpíada.
Os ônibus, segundo a empresa, economizam até 35% em diesel e as emissões de gases caem cerca de 90%. O motor elétrico funciona independente do a diesel e serve para dar o arranque e acelerar até 20 km/h. Na hora da frenagem ele recuperar energia.
Fonte: Eco4planet