Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

27 de jun de 2011

Eletrobras investe em energia eólica

Não é de hoje que a humanidade utiliza a energia eólica. Cerca de 200 anos antes de Cristo, na Pérsia antiga (onde hoje fica o Irã), a população construía moinhos de vento para bombear água e moer grãos. De lá para cá, muita coisa mudou e, atualmente, enormes cata-ventos – ou aerogeradores –, acionados pela força dos ventos, têm sido empregados em várias partes do mundo para gerar eletricidade.
A energia eólica também é usada no Brasil, um dos países mais ricos em potencial e aproveitamento de energia renovável. Alguns parques eólicos já estão em funcionamento e outros devem entrar em operação nos próximos anos. A Eletrobras, por meio de suas empresas, tem participação em 11 empreendimentos nas regiões Sul e Nordeste, que somam 530 MW de potência instalada e representam investimentos de mais de R$ 2,5 bilhões.
Um deles é a Central Geradora Eólica Casa Nova, na Bahia, com 180 MW. Quando começar a funcionar, será um dos maiores projetos de energia eólica do país em potência instalada.
Destaque também para o Complexo Eólico Cerro Chato, em Sant’Ana do Livramento, no Rio Grande do Sul, na fronteira com o Uruguai, com capacidade instalada de 90 MW. Os projetos Cerro Chato I, II e III, com potência de 30 MW cada um, estão atualmente entrando em operação.
Dentro de dois anos, quando todos os empreendimentos da Eletrobras no setor eólico estiverem em operação, a produção anual média será de cerca de 2 milhões de MWh, energia elétrica suficiente para abastecer uma cidade como São Paulo por um mês.
[Repostado de Energia no Brasil]
Estamos no caminho certo, mas ainda há muito trabalho para se fazer. Como comparativo, só a Usina Hidrelétrica de Itaipu produz cerca de 45 a 50 vezes mais energia elétrica. Sou só eu que olho para os bilhões gastos com reformas para a Copa do Mundo e penso que poderiam ser mais bem empregados?
Fonte: Eco4planet