Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

29 de mai de 2011

Use água para recarregar seu celular com o PowerTrekk

Baterias de celulares acabam cada vez mais rápido. Andar sempre com o carregador (no carro, em casa, no trabalho) é uma alternativa que gasta ainda mais energia.  Existem alternativas pra isso e agora acabamos de ganhar mais uma: o PowerTrekk.
Uma combinação de bateria com célula combustível e com funcionamento a base de água, isso é o PowerTrekk. Com uma colher de sopa de H2O, o carregador tira o hidrogênio da água e a utiliza em conjunto com o pacote de combustível “PowerPukk”, gerando a eletricidade necessária para carregar seus gadgets.
Ele ainda ainda gera dúvidas quanto ao que seriam esse combustível “Power Pukk” e se eles são recicláveis ou se viram lixo eletônico depois do uso. Também não foi informado a autonomia total da carga que cada célula oferece. Então ainda não podemos fazer comparações de relação custo/benefício com os carregadores convencionais.
O fabricante diz que o PowerTrekk será compatível com uma grande variedade de aparelhos celulares. O anúncio oficial do produto será feito durante o Mobile World Congress de Barcelona, que está acontecendo durante essa semana.
No (nada empolgante) vídeo oficial, eles mostram o benefício de utilizar “apenas” água.
Fonte: Eco4planet      Via TechTudo