Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

3 de mai de 2011

Paris utiliza calor dos canais de esgoto para gerar energia em escola

tubula��o que ser�usada na produ��o de energia

Tubulação que está sendo usada na produção de energia/Foto: Shadowgate/CC

Calma, não vai feder! O que acontece neste novo sistema é que o calor dos canais de esgoto da cidade de Paris, capital francesa, será utilizado na geração de energia para a escola Wattignies.
O reaproveitamento da água com a geração de energia pelo calor dos canais é um projeto resultante da cooperação entre a empresa de gestão de limpeza de água (ECD) de Paris e de duas outras empresas: a Compagnie Parisienne de Chauffage Urbain(CPCU) e a Lyonnaise des Eaux.
O sistema consiste na instalação de uma bomba de calor próxima à escola e de trocadores de calor, que estão sendo instalados na encosta dos canais. Um coletor de calor, instalado dentro dos tubos, vai reter o ar quente e enviá-lo para os permutadores até chegar à bomba, que vai aquecer a escola parisiense.
As estimativas de eficiência desse novo processo são animadoras. Apenas com a bomba de calor, 70% da escola será aquecida e mais de 73 mil toneladas de CO2 serão poupadas com o uso do sistema.
A provável segurança, limpeza e sustentabilidade do projeto já estão credenciando o sistema como uma nova forma de geração de energia. Bertrand Delanoë, prefeito de Paris, afirmou, na inauguração da obra, em 1º de abril, que o projeto poderá ser expandido para outras regiões próximas a canais de esgoto. Além de seguro, o processo economiza energia e dinheiro da população francesa.

Fonte: EcoD             Via: Paris.fr.