Pular para o conteúdo principal

Projetos Sustentáveis que estão ajudando a garantir o futuro da AmazôniaAmazônia

Assista ao vídeo e conheça os projetos sustentáveis que estão ajudando a garantir o futuro da Amazônia.


Uma das peculiaridades do filme Amazônia Eterna são os depoimentos de representantes indígenas que vivem na região, gravados no idioma original das tribos. Para traduzir o dialeto para português, o projeto conta com a contribuição do videoartista e membro da tribo Ikpeng, Karané Txicão. A tarefa árdua, que rendeu dez longas horas de trabalho, foi feita na ilha de edição da Giros. A escolha do tradutor pela produção do documentário não se deu por acaso. Nascido na tribo Ikpeng, Karané desenvolveu ao longo de sua trajetória uma relação íntima com a produção audiovisual. Em 1997, quando tinha apenas 15 anos de idade, descobriu o cinema ao participar de uma oficina de vídeo no Posto Indígena Diauarum, no Xingu. Na ocasião, ele acalentava o sonho de se tornar ator, mas a oficina não oferecia aulas de atuação. Karané então decidiu aproveitar a oportunidade para aprender a operar a câmera e passou a participar da produção de filmes voltados para comunidade Ikpeng.
Reprodução
A índia Airé, da tribo Ikpeng, falou sobre o projeto de reflorestamento da mata ciliar do Xingu/Foto:Reprodução
Seu currículo conta com participação no filme “Moyngo, o sonho de Maragareum”, que aborda uma festa de sua tribo chamada Moyngo. Também trabalhou na produção dos filmes “Das crianças Ikpeng para o mundo”, que participou de festivais nacionais e internacionais, e “Pirinop, meu primeiro contato”, o qual ofereceu a Karané a oportunidade de trabalhar pela primeira vez com edição. Seu último filme fala dos cantos do Yumpuno e mostra a importância desse ritual para o povo Ikpeng. Graças ao conhecimento acumulado, Karané é hoje coordenador da MAWO, um espaço de formação, pesquisa, registro e divulgação da cultura Ikpeng.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios