Pular para o conteúdo principal

Orquestra de instrumentos reciclados ajuda meninos de baixa renda no Paraguai

Projeto alia meio ambiente e responsabilidade social/Foto: Divulgação 

É quase inevitável não se surpreender quando as velhas panelas retorcidas, afinadas por colherinhas, emitem o som limpo e harmônico digno de qualquer violino. A flauta transversal, que executa perfeitamente um Mozart, surgiu de nada menos do que uma calha de chuva com chaves compostas de moedas. Muitos dos meninos que tocam esses instrumentos não chegaram nem aos 20 anos, mas a música que produzem é de gente grande.

Trata-se da Orquestra de Instrumentos Reciclados, parte do projeto paraguaio Sonidos de la Tierra (Sons da Terra, em português), que utiliza a música e a reciclagem para trazer perspectiva de vida à jovens de baixa renda do país. A orquestra é o grupo de músicos mais conhecido do projeto, uma vez que já tocou em mais de 80 concertos, tanto no Paraguai como no exterior.

Além de ensinar as crianças a dominar o instrumento musical, o programa oferece oficinas especiais em que eles aprendem a fabricar os próprios instrumentos com materiais reciclados.


Trajetória

Com a filosofia de que quem toca Mozart durante o dia não quebra janelas à noite, Luis Szarán, de 56 anos, regente premiado internacionalmente e diretor da Orquestra Sinfônica de Assunção, criou o projeto em 2002, visando alcançar crianças de baixa renda, principalmente os meninos que vivem na rua.

A utilização de instrumentos reciclados foi consequência. Um dia, segundo o maestro, um pai oriundo de um bairro vulnerável queria que o filho participasse do projeto de todo jeito. Mas não havia instrumentos musicais disponíveis. Assim, ele trouxe uma velha panela e fez dela um violino. De início, conta Szarán, todos riram, mas depois experimentaram o instrumento e perceberam que era possível uma criança ter com ele suas primeiras lições.

Com a ajuda de cerca de cem patrocinadores internacionais, mais de 12 mil jovens de comunidades vulneráveis do país foram beneficiados pelo Sonidos de la Tierra. Aproximadamente metade dos meninos selecionados permaneceram no projeto e aprenderam um instrumento musical. Nem todos seguiram depois a profissão de músico. Porém foram reconduzidos à vida, concluíram a escola e foram procurar emprego.
Fonte: Portal EcoD

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios