Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

30 de abr de 2011

Telhado Verde

Os telhados são partes das edificações ainda muito pouco explorados num projeto arquitetônico. Porém, além de sua função básica de proteção, os telhados também podem ser aproveitados de duas principais maneiras: Como superfície de captação das águas pluviais – que devidamente armazenadas podem ser usadas para regar plantas ou lavar o chão, por exemplo – e como superfície para se plantar gramíneas e/ou outras plantas de pequeno porte.
Na Europa, a alta densidade demográfica (e conseqüente crise ambiental) levou alguns países como a Alemanha e a Suíça a adotarem leis para garantir que ao menos uma parte dos telhados das novas edificações sejam plantados. Isto porque, em cidades muito adensadas, os tetos verdes acabam por cumprir a função que antes tinham as superfícies hoje pavimentadas, absorvendo parte das águas das chuvas – um teto verde absorve aproximadamente 70% da água captada, liberando-a aos poucos – evitando enchentes pela saturação das galerias de águas, melhorando a qualidade do ar, reduzindo os níveis de CO2 e de poeira do ar, liberando vapores de água e contribuindo para a redução dos efeitos de ilhas de calor.
 ..... 
Para se fazer um teto verde há algumas especificidades técnicas que devem ser cumpridas. A estrutura do telhado - deve se levar em conta o peso do conjunto saturado pela água - a inclinação, a membrana de impermeabilização e anti-raíz, o sistema de drenagem, a espessura e o tipo de substrato, assim como as espécies a serem plantadas devem receber especial atenção, tanto no projeto, quanto na execução.
 ... 
Além de melhorar o micro-clima da cidade, há outros benefícios para os moradores e usuários de edifícios com teto verde:
  • Isolamento térmico: No verão, a transmissão de calor pelo telhado pode ser reduzida em mais de 90% se for um teto verde. O mesmo ocorre no inverno, onde é possível observar uma diferença na temperatura de mais de 10°C entre o interior e o exterior. Isto ocorre devido ao colchão de ar dentre a vegetação, à massa térmica da camada de terra, à reflexão dos raios infravermelhos pelas plantas e até à liberação de calorias pelas plantas ao condensar o orvalho da manhã.
  • Isolamento acústico: Apesar da vegetação de um teto-grama absorver apenas 2 - 3dB, por sua vez, uma camada de terra úmida de 12cm de espessura reduz a transferência de som em 40dB, atuando como barreira acústica.
  • Resistência ao fogo: Na Alemanha, os tetos verdes são considerados “telhados sólidos”, que significa que não se queimam e são resistentes ao fogo sempre que a camada de terra tiver ao menos 3cm de espessura.
  • Resistência ao tempo: Alguns tipos de materiais usados em coberturas – à base de piche, madeira ou plástico - se deterioram quando expostas aos raios UV ou quando sofrem grande variação térmica. Estes problemas são eliminados mediante uma cobertura de substrato e vegetação. Quando bem projetados, os tetos verdes têm grande vida útil e dificilmente necessitam de manutenção e reparos.
  • Valorização do imóvel e da paisagem: Não há dúvidas de que os tetos verdes deixam as edificações mais agradáveis internamente e muito mais bonitas externamente. Imaginem agora como seria a paisagem vista pela janela de sua casa se todos os telhados avistados fossem gramados!


    Fonte: Espiralando