Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

4 de abr de 2011

A sustentabilidade das sacolinhas plásticas

Verde-Ot-Capoa
Para Bellotti, quem compra ecobag do Vietnã é chamado de "verde otário"/Foto: Reprodução
Quem está começando a entender o real significado de sustentabilidade ainda vai encontrar muitas situações constrangedoras pela frente, a começar pelo uso da ecobag. O conceito de "ecobag" foi criado para substituir aquelas sacolinhas plásticas que não têm serventia após a compra do produto, mas algumas dessas sacolas comercializadas em supermercados não têm nada de sustentáveis.
Antes de adquirir uma ecobag é preciso observar a procedência da sacola, se ela é feita de material orgânico, reciclado ou por artesãos locais. De nada adianta economizar no plástico desperdiçado se a sacola que você carrega para cima e para baixo veio do Vietnã, ou da China.
A quantidade de transporte gasto para que esse produto tenha chegado no Brasil não compensa, sem falar nos baixos salários pagos à mão de obra que montou a sacolinha. A sustentabilidade não está apenas nas ações do dia a dia, está principalmente nas coisas que compramos e nos serviços que pagamos.
Quem explicou a atitude sustentável muito bem foi o internauta Gian Carlo Bellotti. Ele até criou um termo para as pessoas que se deixam enganar por greenwashing, o "verde otário". 

Eu pesquisei e encontrei esse artigo, e fui verificar em minhas sacolinhas retornáveis, e "surpresa"! Todas são fabricadas no Vietnã, me senti outra Verde Otária, rsrsrs
Assista e comprove!