Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

11 de abr de 2011

Casa ecologicamente correta tem emissão zero de carbono


Casa ecologicamente correta tem emissão zero de carbono 
Em 2016, a legislação do Reino Unido exigirá que as novas casas construídas sejam energeticamente mais eficientes e neutras no tocante à emissão de carbono. Hoje as residências são responsáveis por 27% da emissão de CO2 dos cinco países que compõem aquele bloco.
Auto-geração de energia
Para auxiliar a alcançar esse objetivo, a empresa Kingspan Lighthouse apresentou a primeira residência que alcança o nível 6 nas exigências impostas pela nova legislação, chamada de Código para Residências Sustentáveis. O nível 6 é o mais alto e significa que a residência é totalmente neutra quanto à emissão de carbono e gera toda a energia de que necessita para que seus moradores vivam confortavelmente.
Para gerar sua própria energia, a casa de dois quartos conta com painéis solares fotovoltaicos e um biodigestor. As paredes têm um isolamento térmico que não apenas protege seus moradores contra o frio do inverno, mas que também impede que a casa perca calor. Quando os moradores estão fora, a energia gerada pode ser enviada para a rede de distribuição da cidade, gerando uma receita extra.
No verão, um equipamento de coleta e direcionamento do vento faz a refrigeração da casa, que conta ainda com um sistema de coleta de água da chuva. Um sistema informatizado informa aos ocupantes quando alguma energia está sendo desperdiçada na casa.
Segundo a empresa, o custo de construção da nova casa ecologicamente correta e auto-suficiente em energia elétrica é cerca de 40% superior ao de uma casa tradicional com as mesmas dimensões.