Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

19 de fev de 2012

Cubo de água abrigará exposição mundial sobre os cinco oceanos


Fotos: Divulgação

Por acaso já se imaginou no fundo de um mar que tivesse animais marinhos de diversas cores, tamanhos e origens, sem nem se molhar? Os visitantes do Water Cube, um aquário gigante em forma de cubo, terão uma sensação bem parecida. O cubo faz parte de uma exposição mundial para celebrar a harmonia dos cinco oceanos e a importância da preservação da fauna e flora marinhas, que acontecerá ainda este ano na cidade de Yeosu, Coreia do Sul.
A estrutura do aquário é vazada (como mostra a foto acima), proporcionando o espaço necessário para as pessoas circularem no ambiente rodeado por água. Constituído por várias bacias empilhadas, o cubo foi criado para mostrar os aspectos diversos dos cinco oceanos: mares, zonas tropicais, manguezais, recifes e outros.


E a sustentabilidade não está somente na teoria. As simulações do movimento e da temperatura das águas foram projetadas para acontecerem com ajuda do meio ambiente: cortinas controlam a penetração de raios ultravioleta (UV) e células solares fotovoltaicas geram a energia para a circulação de água e a geração de luz na edificação. 
Com o intuito de causar o menor impacto ambiental possível, o aquário foi projetado para poder ser reutilizado após a exposição. As salas formadas pela estrutura podem facilmente ser adaptadas para um teatro, sala de concerto, espaço cerimonial, museu e até mesmo escritório.
O projeto foi idealizado pela agência holandesa MVRDV, em parceira com o governo sul-coreano.
Fonte: PortalEcoD