Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

7 de dez de 2011

Credicitrus: sustentabilidade no canteiro de obras

Edifício da cooperativa de crédito rural recebeu a certificação AQUA

Projeto do novo edifício privilegia ventilação e iluminação naturais
(crédito: Divulgação Credicitrus)
O projeto da nova sede da Credicitrus, cooperativa de crédito rural localizada em Bebedouro, interior de São Paulo, recebeu no início do ano a certificação AQUA (Alta Qualidade Ambiental). Certificada nas duas primeiras etapas, a de programa e a de concepção (projeto), a nova sede administrativa da empresa, com seis pavimentos e área total de 9.300 m², teve sua construção iniciada em outubro de 2010. A obra deve ficar pronta no início de 2012.
O que tem marcado a construção e a faz diferenciar dos demais empreendimentos certificados, no entanto, são as medidas que têm sido adotadas no canteiro de obras. É o que explica o engenheiro Luiz Henrique Ferreira, presidente da Inovatech Engenharia, consultoria especializada em projetos sustentáveis. “É uma obra diferente do que se vê por aí. Há, por exemplo, o aproveitamento da água da chuva para uso na própria obra. Também destaco a grande preocupação com a vizinhança. São realizadas medições periódicas do nível de ruído e, além disso, o tempo inteiro há trabalhadores limpando a rua”, resume Ferreira.
Dentre as obras certificadas com o AQUA, destaca o consultor, a da Credicitrus está entre as que possuem maior índice de aproveitamento de resíduos. “Também destaco o uso de materiais de baixo impacto ambiental. Utiliza-se concreto moldado in loco. Usa-se o cimento CP III (baixa emissão de COna atmosfera durante sua produção). Também são usadas tintas com baixo teor de VOC (compostos orgânicos voláteis) e pouco uso de madeira. Há a preocupação em valorizar a mão de obra local e fornecedores”, explica.
De acordo com Maria Madalena Fernandes Rocha, diretora administrativa da Credicitrus, as duas primeiras etapas da certificação foram baseadas em diversas especificações e critérios de desempenho, que se adaptaram facilmente ao projeto da nova unidade, já que a empresa tem a cultura de promover a sustentabilidade ambiental e social. Outro ponto importante, destaca ela, é o conceito inovador aplicado pelo processo AQUA, com o acompanhamento do desenvolvimento do empreendimento por meio de auditorias presenciais da Fundação Vanzolini. ”Sob a consultoria da Inovatech Engenharia, passamos por um processo de conscientização, desde a preocupação ambiental com o canteiro de obras, respeito à comunidade do entorno, até a destinação de resíduos gerados para cooperativas de reciclagem, além do reaproveitamento de materiais para a criação de uma cisterna de água que abastece o canteiro de obras, entre outras diversas ações”, exemplifica. 
Sede deve ficar pronta no início de 2012
(crédito: Divulgação Credicitrus)
O professor Manoel Carlos Reis Martins, coordenador executivo do Processo AQUA na Fundação Vanzolini, lembra que após a Credicitrus preparar o programa da nova sede, com suas equipes técnicas, foram realizadas as auditorias da Fase Programa e da Fase Concepção, em setembro e outubro de 2010, respectivamente, demonstrando o atendimento ao Referencial Técnico AQUA. “O envolvimento anterior da empresa com ações de sustentabilidade ambiental e social contribuiu bastante para facilitar a certificação. Foram realizados estudos detalhados para indicar as melhores escolhas e demonstrações de desempenho em todas as categorias do AQUA, com ênfase para os materiais, canteiro de baixo impacto, gestão da energia e da água, dos resíduos de uso, conforto térmico e qualidade do ar e da água”, destaca Martins.
A Credicitrus também buscará a certificação AQUA na etapa de construção, cuja auditoria deverá ser realizada após a conclusão da obra “Acreditamos que nossa nova sede será o primeiro edifício a obter a certificação AQUA no interior de São Paulo”, destaca Madalena.
De autoria do arquiteto Nelson Dupré, da Dupré Arquitetura e Coordenação S/S Ltda, que já acumula experiência em edifícios sustentáveis, o projeto da sede da Credicitrus foi concebido com base no equilíbrio ambiental, a começar pela redução do impacto visual na paisagem urbana da cidade, predominantemente horizontal. O projeto traduz conceitos essenciais e os personifica no edifício através do seu desenho e do uso de materiais selecionados, dentro dos critérios rigorosos da certificação AQUA.
Como Bebedouro é uma cidade ensolarada e, portanto, luminosa na maior parte do ano, a orientação do edifício em relação à trajetória do sol assegura períodos adequados de sombreamento, visando à redução da carga térmica dos ambientes, diminuindo o uso de ar condicionado e poupando energia elétrica. Não foram utilizados, como de hábito, vidros espelhados para refletir o calor. O projeto previu ainda vegetação em pontos estratégicos das áreas internas para refrescá-las, além de ventilação e iluminação naturais em vários espaços. A escolha dos materiais, sistemas construtivos e equipamentos, levaram em conta critérios ambientais, com vistas à economia de água e energia, entre outras diversas iniciativas “verdes”.
Para o professor Martins, a Credicitrus demonstra pioneirismo e liderança, tanto por sua representatividade e alcance de atuação, como pela localização de sua nova sede, a dinâmica cidade Bebedouro. “Certamente servirá de exemplo de que é perfeitamente viável, técnica e economicamente, a escolha de um processo de construção sustentável, desde a fase de programa, passando pela concepção até a realização do empreendimento, tendo a certificação AQUA como comprovação de todo esse empenho em poupar recursos naturais, preservar o meio ambiente e proporcionar as condições ideais de conforto e saúde para os usuários”, conclui.
Fonte: Portal EA