Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

30 de nov de 2011

Tempestade em Copo D’água: analisamos o vídeo pró-Belo Monte

Você deve se lembrar do vídeo produzido pelo “Movimento Gota d’água” – nós falamos sobre ele aqui. O governo até tentou rebater, mas de forma bem superficial. Agora um grupo de estudantes da Unicamp resolveu fazer uma filmagem similar, mas pró-Belo Monte, apontando possíveis equívocos dos contra-Usina. Veja o vídeo e vamos analisar.
Seguindo razoavelmente a sequencia apresentada no vídeo, começo concordando que de fatonenhuma forma de geração de energia é 100% limpa, mas desviar o leito de um rio, escavar milhões de toneladas de terra e alagar áreas gigantescas, em meio à floresta, não é o que eu chamaria de energia limpa.
Custo
Sequer entrarei no mérito de serem 19 ou 30 bilhões de reais. Nossa  analise financeira considerou 20bi como referência (número apresentado na tabela comparativa do site oficial da construção). Sim, o dinheiro é nosso, e não era de se esperar algo diferente, afinal, nossa usina, nossa energia, nosso desenvolvimento. O que se questiona é usar o dinheiro em algo que pode ter tantos problemas, mas vamos em frente.
Capacidade
A capacidade da Usina é de 11 mil MW, e considerando as secas, estima-se que em médiaproduzirá 40% disso. Ok, nenhuma novidade, o já citado quadro comparativo (abaixo) considera essa informação.
Área alagada
Parece que usar o Google Earth não dá a precisão necessária, afinal, existe o fator relevo. Os tais 1.100Km² diferem das principais fontes de informação (sejam pró ou contra Belo Monte), registrando entre 500 e 600Km². Independente do tamanho, nos assusta a posição de que “tudo bem”, afinal floresta virgem já vem sendo desmatada ilegalmente na Amazônia. É justificar um erro baseado em outro – não faz o menor sentido.
Terceira Maior do Mundo
Belo Monte será a terceira maior do mundo em potencial energético, mas receber esse bonito título não serve de justificativa para nada, assim como não serviria para o maior prédio do mundo, a maior ponte do mundo… Entrar para um ranking ou para o Guinness Book não isenta obra alguma de ser analisada econômica, ambiental e socialmente.
Frases
Citar frases específicas costuma ser injusto, mas algumas acabam chamando a atenção. Que tal: “A gente podia ainda usar a construção da nova usina como uma maneira de resolver todas as questões sociais da população local.” Sim, podia. Com e sem usina.
Outro trecho interessante vai de encontro com as informações da famosa tabela, que você viu mais acima: “As duas [energia solar e eólica] não são tão interessantes em relação ao custo-benefício, mas são caríssimas. Não geram retorno proporcional.” Ok, elas são mais caras, mas tanto assim? E aliás, pesquisa e escala de produção, como dissemos, não seriam suficientes para reduzir ainda mais essa diferença?
Parece que há desinformação e conclusões precipitadas de todos os lados. Se há algo com que concordamos na fala do Prof. Sebastião de Amorim é:
Vamos encarar de frente (sic) os grandes desafios do século XXI. Informe-se, participe deste grande debate nacional.
 Fonte: Eco4planet com informações de Blog Belo Monte e Problemas Ambientais