Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

16 de nov de 2011

Floresta faz a Diferença


Arnaldo Antunes, #lforestafazadiferenca
Nos próximos dias o Senado poderá encaminhar o novo Código Florestal para votação. A grande discussão, no momento, é a questão da recuperação de matas em Áreas Protegidas. Claro que os caras do agronegócio – os grandes consumidores de agrotóxicos, que produzem doença em forma de alimento – não querem isso na lei.
Proteger manguezais, evitar a destruição de matas em topos de morro (todo mundo já esqueceu os desastres na Serra Fluminense?) e melhorar as condições ambientais em todo canto é dever de todos nós. São as nossas vidas em jogo.
Por isso mesmo mais de 150 entidades se reuniram na campanha #florestafazadiferenca. Sim, a mata ajuda a respirar, limpar, preservar. Diversidade é fundamental para que a vida continue. E o Brasil precisa muito de mais vida – e melhor.
Corra lá na página do #florestafazadiferenca, assine as petições, twitte, facebooke, divulgue. Afinal, político está às portas de uma eleição. E outra depois. E cabe a nós fazer que eles sejam, de verdade, representantes da nossa vontade.
Se você ainda não entendeu porquê a gente gritou tanto contra este novo Código Florestal, aproveite e visite a ótima cartilha 19 coisas sobre o Projeto de Lei 30/2011 (que altera o Código Florestal). Cuidado, o link anterior abre um PDF.
Fonte: Ecoblogs