Pular para o conteúdo principal

Expansão do Centro de Pesquisas da Petrobras

O projeto da expansão do Centro de Pesquisas da Petrobrás (Cenpes) foi feito para uma de suas áreas mais importantes: os laboratórios onde são desenvolvidas novas tecnologias da empresa. Todo o complexo foi pensado a partir de soluções construtivas industrializadas e compreenderá uma área de 152.447m² totalmente dedicadas à produção de conhecimento. E esta produção começou pelo projeto -- apenas esta etapa demandou um ano e meio resultando em 5.200 pranchas de desenhos. 

Divulgação: Petrobras
Projeto é candidato à certificação Leadership in Energy and Environmental Design (LEED)

Com a ampliação, o complexo construído pelo Consórcio Novo Cenpes ocupa mais de 300 mil m², tornando-se um dos maiores centros de pesquisa aplicada no mundo. Entre as instalações, estão um centro de convenções - que conta com um auditório, salas de reuniões, lanchonete e área de eventos -, laboratórios, escritórios, salas de visualização do Centro de Realidade Virtual (CRV), biblioteca, restaurante central e um orquidário, além de um espaço destinado ao posto eco-tecnológico.

O centro de convenções situa-se no local mais próximo possível do Cenpes atual, na extremidade oposta da passagem subterrânea e constitui o portal de entrada do Cenpes ampliado para o público que a ele se dirige. 

Do centro de convenções parte o eixo norte-sul principal, coluna vertebral de articulação de todas as atividades de produção científica, dos laboratórios e escritórios no pavimento térreo; dos escritórios nos dois pavimentos superiores, que exploram a visual marinha; das salas de visualização do CRV, do CIC e biblioteca  no 1º pavimento, e ao bloco separado do CRV (Holospace e Cave), articulados por um eixo central de circulação de usuários internos e externos. Na extremidade norte deste eixo, estão situados o Restaurante Central e o Orquidário, que finalizam este bloco central com o primeiro se voltando para o mar. 
A proposta inicial do projeto era minimizar o impacto ambiental da construção, criando ambientes externos e internos que garantissem o conforto ambiental do usuário, a eficiência energética dos edifícios, a possibilidade de geração de energia limpa e o aproveitamento da paisagem natural na composição dos espaços.
A partir dessas premissas, o edifício foi construído em estrutura mista de aço e concreto e conta com painéis pré-moldados de concreto como fechamento externo, além de painéis duplos de drywall com manta sintética nas vedações internas. As coberturas são protegidas por placas sanduíche de alumínio pré-pintado em cores claras, preenchidas com material de proteção térmica.
O complexo ainda conta com sistema de reaproveitamento de água de chuva, coletada através do telhado e do piso e reaproveitada na irrigação de jardins e no fornecimento para os sanitários. Os tetos possuem aberturas translúcidas e há venezianas direcionais em cada dependência, com inclinação calculada para a captação da luz solar e de ventilação natural. Quando o nível ideal de iluminação é alcançado, as luzes artificiais se apagam automaticamente, sem mudança no padrão de claridade. Envoltórias e membranas protetoras atuam na mediação climática entre o meio externo e os espaços internos, protegendo os edifícios do sol e da chuva, e mantendo o aproveitamento da ventilação e iluminação naturais.

Ventos e vegetação, somados à vista do mar, são parte do projeto. O edifício intercala cheios construídos e espaços abertos, incluindo áreas cobertas e descobertas enriquecidas ambientalmente pela inserção de vegetação e pela conseqüente formação de espaços sombreados. As condições do clima local foram tomadas como fatores determinantes para os critérios de projeto, desde a etapa de implantação do novo conjunto até a definição da arquitetura dos edifícios. O projeto contou com paisagismo de Benedito Abbud e estudos de desempenho ambiental desenvolvidos pelo Laboratório de Conforto Ambiental e Eficiência Energética (Labaut), da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAUUSP).
O projeto já concorreu ao Prêmio Mundial de Construção Sustentável, da Holcim Foundation, além de ter sido destaque na 6ª Bienal Internacional de Arquitetura (BIA), em 2006. O projeto também é candidato à certificação Leadership in Energy and Environmental Design (LEED)
A ampliação gerou cerca de seis mil empregos diretos e quinze mil empregos indiretos durante a execução da obra.

Ficha Técnica
Proprietário/Cliente: Petrobras
Cidade: Rio de Janeiro (RJ)
Data do Projeto: março de 2004 a junho de 2006 
Data de execução: outubro 2005 a 2010
Área do Terreno: 189.604,27m²
Área Total Construída: 124.368,58 m²
Construção: Consórcio Novo Cenpes (Construtora OAS Ltda.; Construbase Engenharia Ltda; Carioca ChristianiNielsen Engenharia SA; Schahin Engenharia SA; Construcap - CCPS Engenharia e Comércio SA)

Equipe Técnica - Projeto de Arquitetura 
Projeto arquitetônico: Siegbert Zanettini  
Coautor: José Wagner Garcia
Arquiteto responsável: Siegbert Zanettini
Arquitetos colaboradores: Érika di Giamo Bataglia; Thaís Barzocchini; Miriam Haddad Sayeg; Barbara Kelch Monteiro; Clara Sato Fausto Slhiguemitsu Natsui; Alexandre Barone; Guilherme Margara; Flávio Hayato Ikeda; Maria Fabiana; Janaina F. Prado; Valéria Luppi; Álvaro Luiz Ikuno; Camila Chaves Garcez ;Camila Faccioni Mendes; Karina Carvalho Bachiega; Ana Marconato; Femanda Braga R. Teixeira; Camila de Souza Nogueira; Silva Eduardo Luiz Teixeira Domelas; Tatiana Xavier de Barros; Paola B. T. lezzi; Alessandra Cagnani Salado; e Elson Matos Cerqueira


Fonte: Pini     Via: Mundo Sustentavel








Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

Política dos 5 R's e Consumo Consciente

A politica dos 5Rs, são as possíveis acções práticas que no dia a dia, podem reduzir o impacto no meio ambiente, através do estímulo ao consumo consciente. São elas: 1 - Repensar os hábitos de consumo Pense na real necessidade da compra daquele produto, antes de comprá-lo. Depois de consumi-lo, separe as embalagens, matéria orgânica e óleo de cozinha usado. Deite no lixo apenas o que não for reutilizável ou reciclável. Evite o desperdício de alimentos. Use produtos de limpeza biodegradáveis. Prefira embalagens de papel e papelão. Adquira produtos recicláveis ou produzidos com matéria-prima reciclada, durável e resistente. Utilize lâmpadas economizadoras e pilhas recarregáveis ou alcalinas. Mude seus hábitos de consumo. 2- Recusar produtos que prejudicam o meio ambiente e a saúde Compre apenas produtos que não agridem o meio ambiente e a saúde. Fique atento ao prazo de validade e escolha as fábricas e empresas que têm compromissos com a ecologia. Evite o excesso de sacos

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt