Pular para o conteúdo principal

Aeroporto sustentável é construído na Rússia


Enquanto parte da Rússia está imersa em clima de tensão geopolítica, o aeroporto de Pulkovo, em São Petersburgo, já recebe passageiros e se destaca por suas alternativas de sustentabilidade. Com capacidade atual para abrigar 12 milhões de pessoas por ano, o aeroporto utiliza estratégias de eficiência energética, reduzindo boa parte do consumo de eletricidade e das emissões de carbono.


O projeto faz parte do novo planejamento da rede de transportes de São Petersburgo, que pretende fazer do aeroporto um novo cartão postal da cidade. Segundo o site InHabitat, as fachadas e janelas do local foram elaboradas com materiais que absorvem e controlam a entrada dos raios de sol, permitindo a iluminação natural, e ainda evitam o superaquecimento durante o verão. Além disso, a parte superior da construção suporta grandes variações de temperatura.


O aeroporto de Pulkovo foi projetado pelos profissionais do escritório Grimshaw Architects, que uniram a simplicidade dos materiais a vários detalhes de construção, apostando na redução de impactos. Erguida com madeira sustentável, a cobertura do aeroporto tem os traços de um origami, e a parte superior também permite a entrada da luz natural nos amplos espaços do aeroporto.


Os traços do novo terminal resgatam os formatos das ilhas e das pontes que cortam a cidade, com objetivo de reforçar a identidade do cenário urbano ao aeroporto. O local já está em funcionamento, mas as obras deverão ser concluídas apenas em 2017, fazendo com que a estrutura do aeroporto seja capaz de abrigar mais de 17 milhões de passageiros todos os anos. Veja os idealizadores apresentando o projeto:
)
Fonte: CicloVivo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios