Pular para o conteúdo principal

NY tem projeto de ilhas artificiais para compostagem, cultivo e lazer


O escritório de arquitetura Present pensou em uma solução para o lixo produzido em Nova York. A proposta deve reduzir os gastos com o transporte dos resíduos e ainda ajudar a criar áreas de lazer e agricultura em meio ao centro urbano.

Nova York produz anualmente mais de 14 milhões de toneladas de lixo. Todo esse montante precisa ser transportado diariamente para locais adequados, que ficam fora da cidade. Isso significa que a metrópole norte-americana gasta mais de US$ 300 milhões só com caminhões de lixo. A logística é cara financeiramente e também ambientalmente, já que representa mais congestionamentos, poluição, barulho e muito mais.

O projeto feito pelos arquitetos do Present consiste em construir ilhas gigantes de compostagem. Apelidado de Green Loop, a estrutura foi planejada para ser instalada em pontos estratégicos dos canais que cortam a cidade.


As ilhas devem ter dois andares. No espaço inferior acontecerá o manejo dos resíduos orgânicos, que devem ser transformados em adubo, enquanto a ala superior será utilizada para o lazer e plantio de diferentes culturas, onde será aproveitada a matéria orgânica produzida localmente.


Instalando diversas dessas ilhas pela cidade, o caminho que os caminhões têm que percorrer para descarregar os resíduos será menor e, consequentemente, os problemas ambientais gerados por este transporte também serão reduzidos.



O escritório de arquitetura ressalta que será possível que os próprios moradores sejam responsáveis pela compostagem e destinação de seus resíduos, compartilhando essa tarefa com os órgãos públicos. A população também pode aproveitar para plantar diferentes culturas no “parque”.


Fonte: CicloVivo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios