Pular para o conteúdo principal

Soluções para tornar sua casa sustentável


casa verde feliz
Shutterstock
Se você e sua família já adotam hábitos sustentáveis como reciclar o lixo, poupar água e energia e dar o destino correto aos equipamentos eletrônicos e óleo de cozinha, por que não implantar na residência soluções que podem diminuir ainda mais o impacto que a ela e seus moradores causam sobre o meio ambiente, como sistemas de captação de energia solar, da água da chuva e reuso da água que iria para o esgoto?
Muitas cidades têm criado incentivos fiscais para que seus moradores incluam nas construções estes itens de sustentabilidade. Em Niterói (RJ), por exemplo, todos os edifícios com mais de 500 m² são obrigados por lei a ter sistemas de aproveitamento da água dos chuveiros, banheiras, tanques, máquinas de lavar e lavatórios, conhecidas como águas cinzas.
Em Curitiba (PR), a prefeitura concede descontos no IPTU para quem mantiver áreas de bosque nativo e certos tipos de árvores no terreno. Veja na TV BBel como a prefeitura de Guarulhos (SP) mudou a lei do IPTU para favorecer construções sustentáveis.
TV BBel: Soluções ecológicas ajudam o meio ambiente
Nós conversamos com especialistas e reunimos abaixo algumas informações que esclarecem como esses sistemas funcionam, quanto custam e como podem ser implantados.
Telhado verde
Telhado verde significa a implantação de uma cobertura vegetal, com grama e flores, por exemplo, sobre a laje tradicional de residências e prédios. Segundo a especialista em bioarquitetura Juliana Boer, da Cria Arquitetura, a vegetação contribui para o isolamento termoacústico das construções e para equilibrar a umidade relativa do ar no entorno da residência, além de melhorar a absorção da água da chuva.
Se você pretende implantar um telhado deste tipo em sua casa, o primeiro passo é procurar um profissional capacitado para avaliar se a estrutura está apta para receber a cobertura ecológica.  A instalação pode ser feita sobre laje ou telha cerâmica. Segundo a empresa Ecotelhado, o custo do metro quadrado instalado do telhado verde varia entre R$100 e R$ 160.
Fonte: BBEL

Comentários

  1. Parabéns ,aos seu trabalho também. Vou ler seu blog com calma.
    Como é bom compartilhar e participar com colegas da área .
    Abraços
    Rodrigo

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Rodrigo. Espero que goste do blog.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios