Pular para o conteúdo principal

Viva melhor sob um telhado verde


Benefícios da cobertura viva

Casas com telhado verde
Ecotelhado
Um bem para a sua casa e para a cidade. O aumento da biodiversidade e o melhoramento do ar atmosférico interior e exterior fazem do uso de vegetação na cobertura de edifícios e residências um dos requisitos da habitação ecológica, além de ser uma forma de embelezar a obra e promover o convívio com a natureza.
O telhado verde contribui para a manutenção da umidade relativa do ar e forma um microecossistema. O controle da vazão da água da chuva é outro benefício citado por João Manuel Feijó, engenheiro agrônomo da empresa Ecotelhado. A retenção da água favorece a drenagem urbana e evita a poluição de rios e enchentes.
Conforto térmico também é um diferencial do telhado verde. "Com a evaporação e a transpiração das plantas, o calor é liberado, trazendo arrefecimento do entorno", explica Feijó. A redução da temperatura ambiente pode reduzir o consumo de energia ao dispensar o uso de ar condicionado. O fator acústico, segundo o engenheiro, é beneficiado com a diminuição da reverberação dos sons.
Para que não haja consequências como vazamentos, infiltrações e perda de plantas e terra por erosão, a implantação do telhado verde requer infraestrutura adequada e mão de obra especializada. Veja na página seguinte como ter uma cobertura viva.



Instalação e manutenção

Implantação de telhado verde
Ecotelhado
Para decidir como o telhado verde será instalado, é necessária uma avaliação prévia da estrutura que deve levar em conta sua capacidade de carga. Manuel Feijó aponta que a laje plana é mais indicada e fácil do que o telhado inclinado. "Até para lazer ou manutenção o telhado plano é mais indicado. Entretanto, há sistemas que podem ser colocado sobre telha cerâmica", informa.
Problemas de infiltração são prevenidos com uma proteção impermeabilizante. "Pode ser colocada desde a telha de fibrocimento, metálica, até a manta asfáltica de lajes pré-existentes", explana. O projeto também inclui dutos de irrigação e drenagem para ajudar no conforto termoacústico. Sobre o orçamento, Feijó ressalta que depende do projeto paisagístico e pode custar muito mais barato do que um telhado convencional.
O tipo de vegetação deve ser adaptado ao clima regional. Feijó indica o uso de plantas nativas ou adaptadas em arranjos ecológicos de baixa manutenção. Para um melhor efeito estético e térmico, Ricardo Cardim, ambientalista da empresa especializada em telhados verdes Skygarden Envec, recomenda forrações densas como gramados (Esmeralda, São Carlos, Coreana, entre outros), que permitem pisoteio e aproveitamento da área como local de lazer.
Segundo Cardim, a irrigação funciona como em um jardim convencional em terra firme. "A periodicidade de regas depende das espécies de plantas usadas no paisagismo. Na cidade de São Paulo, um gramado pode ser regado a cada dois dias na época da seca", exemplifica.
Fonte: BBEL

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios