Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

11 de out de 2011

Vasquez Rocks Nature and Interpretive Center



Edifício se integra à paisagem desértica do entorno
(crédito: Brooks + Scarpa Architects)
Desenhado pelo escritório Brooks + Scarpa architects, de Los Angeles, o Vasquez Rocks Nature and Interpretive Center é um gateway vital para o Los Angeles County Parks, um ativo único do condado. A área natural de alto deserto é uma das mais importantes na região; suas formações rochosas esculturais têm inspirado gerações de visitantes e serviu de cenário para dezenas de filmes de Hollywood e programas de televisão. A sua localização ao longo da Pacific Crest Trail, uma caminhada de 4.250 quilômetros do México ao Canadá, é um ponto de referência inesquecível.
O Nature and Interpretive Center deverá abordar o tema da gestão ambiental, a conservação, o drama visual do seu entorno e as imagens cinematográficas que estes arredores têm inspirado. Através de exposições cuidadosamente integradas, uma narrativa se desenrola, em sincronia com as placas dobradas de forma escultural. O visitante imediatamente agarra o significado da paisagem circundante quando confrontado com uma forma que tão claramente ecoa a paisagem.
Seu interesse e compreensão se aprofundam ao constatar a importância dos processos geológicos e climáticos que deram origem às Rocks, que serão comunicados através de uma série de painéis, exposições mecânicas interativas e programas de audiovisual, enfatizados pela íngreme inclinação da estrutura envolvente.
O teto em balanço oferece sombreamento sem impedir a entrada da luz natural
(crédito: Brooks + Scarpa Architects)
A forma se destina a comunicar drama e intriga, mas também é uma decisão pragmática dadas as condições do local, que otimiza o desempenho da construção e minimiza a necessidade de consumo de energia. A orientação do edifício protege os ocupantes do sol escaldante do verão e admite o baixo sol do inverno, orientando-se, também, para captar a brisa dominante para o resfriamento do edifício.
Os telhados angulados não só têm o objetivo de gerar interesse visual, mas também canalizar a água em um tanque de armazenamento. As saliências ao longo das bordas nordeste e sudoeste favorecem a vista da envolvente paisagem, ao mesmo tempo que protegem o interior dos raios solares. A expressividade da forma do edifício e as alusões de sua materialidade se destinam a reforçar, ao invés de disfarçar, as estratégias sustentáveis do projeto.
Em essência, o novo Vasquez Rocks Nature and Interpretive Center comunica a sensação de que é mais um elemento levemente assentado no solo, mas deixando um impacto significativo sobre o cognitivo do visitante. É ao mesmo tempo visualmente interessante e sutilmente integrado, como se estivesse ali desde que as rochas existem.
A sustentabilidade passiva ocorre através do cuidado com a massa do edifício, colocação de elementos de sombreamento, aproveitamento da luz natural e o uso de isolamento nas paredes e telhados. Grandes projeções dos telhados fornecem zonas de transição de boas-vindas e evitam os ganhos diretos de calor solar. Grandes áreas de vidro fornecem uma conexão com o ar livre e a luz do dia, suficientes para minimizar a necessidade de energia elétrica. Sensores de ocupação controlarão automaticamente o acionamento da iluminação quando o espaço não estiver sendo usado ou quando a luz do dia é suficiente.
A orientação do edifício segue um eixo leste-oeste para maior controle solar. A qualidade do ambiente interior é aumentada ao proporcionar aos ocupantes total controle térmico e de ventilação natural sobre os ambientes, utilizados sempre que possível. Clarabóias operáveis, além de janelas e persianas, induzem o fluxo de ar através do espaço. O condicionamento do espaço se dará através do fornecimento de água por uma bomba de calor operada somente quando as condições exigirem que o sistema seja ativado. Todo o edifício será ligado a um conjunto de placas fotovoltaicas que irão gerar uma parte da carga de energia. A forma do edifício está diretamente relacionada com a direção predominante do vento no local, maximizando a ventilação cruzada natural.
Os idealizadores dizem acreditar que a sustentabilidade ambiental, as preocupações econômicas e o design de qualidade não se excluem mutuamente. A relação simbiótica entre elas, dizem, resulta em novas descobertas e qualidades espaciais que nutrem as pessoas. O Interpetive Center é projetado para ocupar suavemente o solo e satisfazer as necessidades do presente sem comprometer as das gerações futuras.
A insolação no local é monitorada através do mapa mundi e de gráfico mensal. A energia solar total em horas, recebida a cada dia, durante o pior mês de menor insolação do ano, é de aproximadamente 5 horas por dia. Para o local específico de Vasquez Rocks, o sol irá fornecer cerca de 20 kWh / hab /por metro quadrado/dia de energia. O gráfico mostra o comportamento de energia por mês em kWhr por metro quadrado. Uma matriz solar fotovoltaica acima do tanque de água será projetada para fornecer cerca de 3 kW de geração elétrica, ou 13% da carga total do edifício.
A direção do vento no local é do nordeste / leste, em 50% do tempo, e do sudoeste / oeste, em 27% do tempo. Os ventos são tempestuosos e sua velocidade varia muito. A velocidade média para 2009 foi de cerca de 6 quilômetros por hora, com a alta em 55 km/h e a baixa em 1,5 km/h. A forma da construção aproveita a direção predominante do vento, colocando as janelas operáveis nos locais mais favoráveis para induzir a ventilação cruzada natural.
Conservação da água é muito importante para este local, assim como para a maior parte do Sul da Califórnia. Estratégias para minimizar o uso da água incluem instalações de fluxo ultrabaixo ou nenhum fluxo, sistemas de contenção de águas pluviais e cuidadosa classificação e filtragem do escoamento. O paisagismo não exigirá irrigação permanente.

A chuva na área é sazonal e ocorre normalmente nos meses de inverno. A precipitação média anual varia de 13 a 18 cm e em 2009 o total anual foi de 25 cm. Em vez de se abastecer de água potável para todas as atividades, o edifício recolherá cerca de 10.000 litros da água da chuva do telhado em um tanque, para uso geral. O restante da água da chuva será capturado e encaminhado para uma subgrade de retenção do sistema (Drywell).
As temperaturas na região são muito variáveis, de uma alta de mais de 38 graus celsius à mínimas abaixo de -15. As temperaturas médias estão na faixa dos 16 graus. O envelope do edifício será destinado a sanar essas variações de temperatura e proporcionar um ambiente interno confortável. Telhados e paredes serão projetados para valores térmicos superiores, e um eficiente sistema de fornecimento de água através de bomba de calor irá fornecer aquecimento e arrefecimento quando a ventilação natural não for suficiente.