Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

9 de out de 2011

Villa 4.0: a reestruturação pode fazer milagres

Design moderno, simplicidade e sustentabilidade num projeto surpreendente

Uma paisagem deslumbrante para uma residência sustentável
(crédito: Divulgação)











A Villa 4.0 é uma casa onde qualquer pessoa gostaria de viver. A começar pela sua localização, numa região da Holanda cercada por deslumbrante paisagem natural. Sua construção foi no ano de 1967, tendo sofrido a primeira intervenção em 1972.
Agora, ela acaba de sofrer mais uma reestruturação, sendo totalmente redesenhada pelo estúdio Dick van Gameren Architecten, de Amsterdam. O resultado final nesta luxuosa casa holandesa expressa uma espécie de charme resultante da cirurgia radical realizada. Além do design moderno, elegância e simplicidade, a residência ganhou elementos de sustentabilidade, através da reciclagem de materiais e o uso de técnicas para atingir o consumo de energia mais baixo possível.
O envelope foi todo muito bem isolado e as velhas janelas de madeira substituídas por novas molduras de alumínio e vidro com isolamento para alcançar a eficiência energética. Foram instalados painéis solares para produzir água quente e o aquecimento, incorporado ao piso, é fornecido por uma estufa a lenha conectada ao sistema
Foi dada grande importância à ventilação e iluminação naturais, através de grandes janelas e clarabóias muito bem posicionadas. Um resfriamento adicional será fornecido por um sistema geotérmico que bombeará a água de um córrego próximo até um sistema tubular no teto.
O piso interior foi feito de bambu, um material ambientalmente amigável por ter um crescimento e renovação muito rápido. Atenção especial foi dada ao projeto do exterior, que mantém um diálogo contínuo com os espaços fechados.