Pular para o conteúdo principal

Akatu lista dicas para redução dos impactos do seu consumo nas Mudanças Climáticas

Usar a bicicleta é uma alternativa de baixo impacto no ambiente/Foto:David Corral-Abad

Todo produto que consumimos possui etapas que começa na extração de matérias-primas e termina no descarte do produto, e todas elas geram emissões de gases. Para reduzir esses poluentes lançados na atmosfera, é aconselhável fazer escolhas de consumo que privilegiem o máximo de aproveitamento dos produtos evitando desperdícios e, assim, reduzindo a emissão de gases de efeito estufa. Além disso, o consumidor também tem a opção de escolher comprar mercadorias em empresas que se preocupam em reduzir os impactos da produção sobre as mudanças climáticas.

Pequenas ações podem ser feitas no dia a dia por cada um de nós no intuito de transformar a realidade atual. A Akatu listou três dicas essenciais para que você possa seguir e, então, contribuir na diminuição dos impactos do seu consumo nas Mudanças Climáticas.

Dicas
Procure saber de onde vem o que você compra. Produtos da sua região chegam mais rápido e frescos aos pontos de venda. E por andar menos de caminhão, são mais baratos e geram menos emissão de gases.
Adote, na cozinha, receitas que aproveitem integralmente os alimentos e reduzam o seu desperdício. Além de gerar economia, será menor o volume de lixo orgânico que vai se decompor, reduzindo assim a emissão de gás metano, um dos mais potentes na geração do efeito estufa.
Use o carro com consciência, utilizando-o apenas em trajetos em que não há boa alternativa de transporte público e quando não é possível fazer o trajeto a pé ou de bicicleta. Usar bicicleta ou ir a pé por percursos mais curtos são alternativas de baixo impacto no ambiente e que contribuem para um estilo de vida mais saudável. Pegar carona com os amigos também é uma opção. Com tudo isso, há menos congestionamentos, menos poluição e menor contribuição para o aquecimento global.

Com informações da Akatu     Via: Portal EcoD

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios