Pular para o conteúdo principal

Passarela de vidro sobre o Grand Canyon

A Skywalk é uma enorme plataforma de vidro construída a beira de um precipício no vale Grand Canyon
Grand Canyon Skywalk

Em 1996, David Jin, um empresário e promotor turístico de Las Vegas, apresentou formalmente a idéia da Skywalk aos Hualapai, tribo que domina quatro mil quilômetros quadrados ao longo do rio Colorado. Eles têm um governo autônomo e vivem da exploração turística da área. O design original da Skywalk era de uma plataforma retangular que se estenderia em linha reta ao longo da borda do cânion, mas a idéia evoluiu, chegando a essa maravilha da arquitetura e engenharia. A primeira passarela de vidro em braço de suporte. Estando a 1200 metros acima do rio Colorado, a passarela comporta 120 visitantes por vez. O chão de vidro em formato de U permite aos turistas olharem diretamente para o precipício, como se estivessem flutuando. Os menos corajosos caminham pelas laterais, sem pisar nos vidros.

Detalhe da proteção usada

Sua estrutura possui 41 peças de vidro temperado laminado produzidos pelo Grupo Saint Gobain. Caso as peças fiquem riscadas, perdendo a transparência, há a possibilidade de serem substituídas. Mas para evitar desgastes os turistas são obrigados a calçarem uma espécie de pantufa que serve de proteção para o vidro. A passarela é capaz de suportar ventos com mais de 160km/h, de 8 direções diferentes, assim como terremotos de oito graus na escala Richter. Foram necessárias mais de 400 toneladas de aço para a construção da Grand Canyon Skywalk. Para se ter idéia, a ponte pode comportar o peso de 71 aviões Boeing 747 totalmente carregados (cerca de 30 mil toneladas) . O funcionamento da Skywalk é gerenciado pelo Grand Canyon Skywalk Development, LLC. e, depois de todas as despesas operacionais, os lucros são divididos entre David Jin e os Hualapai. A expectativa em torno da Skywalk é que contribua, à longo prazo, para o benefício da tribo. A plataforma já se tornou uma atração famosa, colocando a Nação Hualapai em evidência.

Grand Canyon Skywalk


Grand Canyon Skywalk

Estrutura do piso de vidro do Grand Canyon Skywalk


Fonte: Vidrado

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios

Telhado de Bambu

É muito resistente quando devidamente tratado, com uma estética linda e, não se utiliza só como cobertura, mas como vedação (paredes).  Quando os bambus não são tratados, o sol e a chuva os tornam fragilizados, criando fungos e ressecamento, a durabilidade é de uns 2 ou 3 anos, dependendo da região. Mas, se souber colher no dia certo (não caruncha e dura bastante) e aplicar um spray impermeável, a duração será muito maior que três anos *Dica:  - popularmente, a lua minguante (4ºdia) é conhecida como a melhor lua para se cortar os colmos (caule) de bambu.  - Use sulfato de cobre. Fonte: Brincadeira Sustentável