Pular para o conteúdo principal

Arquitetos belgas projetam condomínio sustentável


Os muros baixos e uma divisória simples fazem com que praticamente não existam fronteiras entre as residências e a área comum. | Foto: Divulgação
O escritório belga de arquitetura Buro II & Archi+I é o responsável pela criação de um condomínio sustentável, construído na Bélgica. As casas são construídas de maneira ambientalmente correta e com baixo consumo energético.

O complexo tem as casas dividias em dois lotes. Em um deles, localizado em Beheerstraat, estão 43 residências, enquanto as outras 32 estão em Dendermondestraat, dispostas linearmente de maneira clássica.

Os muros baixos e uma divisória simples fazem com que praticamente não existam fronteiras entre as residências e a área comum. O pátio possui bancos e vegetações que tornam o ambiente atrativo e elevam o tom de comunidade entre os moradores.

Todas as casas seguem o mesmo padrão de construção, com fachadas iguais e dispostas em oito blocos. Existe uma preocupação grande em reduzir o impacto do projeto e também de seu uso. Por isso, os arquitetos utilizaram sistemas fotovoltaicos para a produção de energia limpa e técnicas de recuperação da água da chuva.

A estrutura foi feita com materiais ambientalmente corretos e cuidadosamente escolhidos. Além disso, todas as casas possuem sistema de isolamento térmico e ventilação otimizados, para reduzir o desperdício de energia.Com informações do ArchDaily.

Via: CicloVivo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios

Telhado de Bambu

É muito resistente quando devidamente tratado, com uma estética linda e, não se utiliza só como cobertura, mas como vedação (paredes).  Quando os bambus não são tratados, o sol e a chuva os tornam fragilizados, criando fungos e ressecamento, a durabilidade é de uns 2 ou 3 anos, dependendo da região. Mas, se souber colher no dia certo (não caruncha e dura bastante) e aplicar um spray impermeável, a duração será muito maior que três anos *Dica:  - popularmente, a lua minguante (4ºdia) é conhecida como a melhor lua para se cortar os colmos (caule) de bambu.  - Use sulfato de cobre. Fonte: Brincadeira Sustentável