Pular para o conteúdo principal

Norte-americanos criam tecido solar com fibra óptica



A nova técnica permite a criação de tecidos de painéis solares elaborados com fibras ópticas. Foto: [luis]/Flickr
 
 
Cientistas da Universidade da Pensilvânia desenvolveram painéis solares flexíveis e portáteis, elaborados com fibra óptica. As pessoas poderão até mesmo “vestir” os painéis, que deverão ser utilizados para carregar aparelhos eletrônicos.

Uma experiência realizada pelo químico John Badding e sua equipe de pesquisadores, conseguiu integrar um conjunto de células solares no interior das fibras ópticas. A inovação tecnológica permite que sejam criados os tecidos solares – painéis fotovoltaicos, flexíveis e maleáveis que podem ser colocados em qualquer lugar.

De acordo com Badding, a nova técnica pode revolucionar os métodos de microgeração de energia limpa. “Como a fibra óptica tem flexibilidade, é possível criar tecidos a partir do material. Por isso, os painéis são dobráveis e podem até mesmo ser vestidos”, anima-se o pesquisador.

Além de contribuir para a geração de energia limpa, o dispositivo representa um avanço da tecnologia das fibras ópticas e do silício, uma das matérias-primas utilizadas na indústria da informática e na produção deste tecido fotovoltaico. Através do experimento, os cientistas descobriram que não será mais necessário unir a fibra óptica com os chips dos aparelhos eletrônicos, já que o silício poderá ser agregado aos próprios fios condutores.

Até agora, é provável que o material seja utilizado apenas para recarregar dispositivos móveis. No entanto, John Badding acredita que já é possível criar tecidos fotovoltaicos de maior comprimento. “Já desenvolvemos tecidos solares bem extensos, mas, agora, podemos criar uma estrutura maior que dez metros”, completa Badding.

Futuramente, os cientistas esperam agregar circuitos eletrônicos inteiros dentro das fibras ópticas, a fim de diminuir os problemas de conexão entre as fibras e os aparelhos eletrônicos. Com informações do Phys.org.

Via: CicloVivo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios