Pular para o conteúdo principal

Projeto para cidades às marges de rios e mares vence Oneprize 2011


O projeto prevê uma estrutura celular, de fácil instalação e manutenção
(crédito: Divulgação)
Num momento que as mega cidades do mundo estão buscando maneiras de atender às demandas para acomodar sua crescente população, ao mesmo tempo que precisam atender a demanda industrial por solo, dois arquitetos canadenses desenvolveram um plano que pode ser benéfico para todas as cidades que ergueram-se às margens dos oceanos ou rios. Chamado Parallel Networks (redes paralelas), o projeto foi vencedor no Oneprize 2011, um prêmio anual para promover projetos de cidades sustentáveis para o futuro.
O tema para o prêmio deste ano foi o de encontrar um design verde para Nova York e seus canais. Considerando que os recursos hídricos de Nova York são a principal fonte de conectividade entre as atividades econômicas, os arquitetos vencedores, Ali Fard e Ghazal Jafari, apresentaram um projeto que está em sincronia com o novo plano de desenvolvimento de cidades a beira-mar da rede Blue, que deverá ser concretizado até 2020. De acordo com o júri, o Parallel Networks não apenas sintetiza as necessidades econômicas, ambientais e de transportes das cidades, mas também oferece um plano para a recreação dos habitantes.
Toda a energia necessária seria eólica e a partir de biocombustíveis
(crédito: Divulgação)
Historicamente, as grandes cidades do mundo desenvolveram-se nas proximidades de um rio ou do mar. Elas compartilhavam uma relação simbiótica com esses corpos d'água, não apenas no acesso às fontes de água potável e para irrigação, mas também como vias para o comércio internacional, instrumento para a prosperidade das cidades e seus povos.  As cidades modernas também precisam evoluir no sentido de uma arquitetura que se integre à orla com planos de desenvolvimento e redefinição da relação entre homem e natureza.  Neste sentido, o Parallel Networks poderia ser um exemplo a seguir.
Parallel Networks
O Parallel Networks prevê uma infra-estrutura celular que pode ser de fácil implementação e manutenção, uma vez que cada célula pode ser removida separadamente ou reparada sem afetar o sistema inteiro. As células estão na forma de vagens flutuantes que promoveriam o crescimento com base nas necessidades ao longo de um determinado período de tempo. O principal local da NY Gaia seria localizado na parte superior da Baía de Nova York e produziria energia limpa através dos ventos e do biocombustível obtido a partir do cultivo de algas em larga escala.  Também apoiaria atividades relacionadas ao transporte marítimo através do desenvolvimento de recifes artificiais, alimentando outras indústrias de tecnologias limpas.
O projeto considera que o Bronx Blue Terminal, localizado na foz do rio Bronx, será um terminal das barcas, funcionando como ponto nodal de recreação, pesquisa e educação para toda a rede Blue. Ele também irá promover a preservação e regeneração do habitat.
Fonte:Oneprize                 Via: Portal E/A

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios