Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

9 de ago de 2012

Arena Pernambuco terá painéis solares e capacidade para abastecer 1.200 residências



O estádio está localizado em São Lourenço da Mata, município localizado a 16 quilômetros da capital pernambucana, Recife. l Imagem: Divulgação
 
A Arena Pernambuco, um dos estádios que receberão jogos da Copa de 2014, será equipada com uma pequena usina solar. As placas fotovoltaicas serão instaladas na própria estrutura, que devem ter capacidade para produzir 1.450 MWh/ano.

A implantação do sistema de captação solar começa a ser feita neste ano e a previsão é de que o estádio esteja finalizado já em junho de 2013, a pleno funcionamento. O estádio está localizado em São Lourenço da Mata, município localizado a 16 quilômetros da capital pernambucana, Recife, e é capaz de receber até 46 mil torcedores.

Com a energia produzida na Arena Pernambuco seria possível manter 1.200 residências em funcionamento. No entanto, a prioridade no uso da eletricidade será o próprio estádio. Isso reduzirá a perda de energia no transporte, mas não impede que o excedente seja encaminhado às redes de transmissão locais.

“A instalação de usina solar fotovoltaica em um estádio que sediará partidas da Copa do Mundo representa uma excelente vitrine para a difusão de utilização de fontes renováveis de energia elétrica. Indiscutivelmente, a geração de energia solar representa uma significativa contribuição ao meio ambiente”, disse Ana Cristina Mascarenhas, assessora de eficiência energética do grupo Neoenergia, em declaração ao Ambiente Energia.

O investimento na usina solar do estádio foi de R$ 13 milhões e conta com o apoio do governo pernambucano, em parceria com o grupo Neoenergia, que é formado pela Companhia Energética de Pernambuco e pela Odebrecht.

Este não é o único estádio brasileiro construído dentro destes padrões, considerando a energia renovável e a eficiência nos sistema. Maracanã, Mineirão e Itaquerão completam a lista das Arenas que receberão jogos da Copa e também os painéis solares.


Fonte: Ambiente Energia.                       Via: CicloVivo