Pular para o conteúdo principal

Empresa fabrica cadeiras com plásticos do lixão do Oceano Pacífico



O objeto é feito com o plástico da “ilha de lixo”, localizada no Oceano Pacífico.
 
O acúmulo de lixo nos oceanos suja as praias e prejudica a vida marinha causando doenças e mortes dos animais. Uma alternativa para reduzir esses resíduos foi criada pelo Studio Swine.

A empresa inglesa, em parceria com o designer Kieren Jones, criou a “Sea Chair” (cadeira-mar). O objeto é feito com o plástico da “ilha de lixo”, localizada no Oceano Pacífico. A região é uma espécie de lixão no meio do oceano, que aumentou cem vezes de tamanho nos últimos quarentas anos, de acordo com um estudo publicado no periódico Biology Letters, da Royal Society.

Para fazer a cadeira é utilizada uma máquina que separa os pequenos resíduos plásticos capazes de serem reciclados. Estes resíduos são então são levados para outra etapa que alia compressão e calor para moldar o material até dar forma ao banco.

A cadeira é produzida apenas com plástico recuperado com a ajuda da máquina. O projeto é tão interessante que aparece na Feira de Design de Milão, um dos eventos mais renomados na área de design.

Os plásticos no mar comprometem, principalmente, a vida de pássaros, peixes, tartarugas, baleias entre outros animais. Uma pesquisa divulgada no ano passado afirmou que os peixes que vivem nas zonas intermediárias do Oceano Pacífico ingerem de 12 a 24 mil toneladas de plástico por ano.

Segundo o Studio Swine, a ONU estima que nos oceanos do mundo há cerca de cem milhões de toneladas de plástico. O número deve aumentar à medida que o consumo da nossa sociedade é mais estimulado. 

Fonte: CicloVivo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios