Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

27 de fev de 2011

Arquitetas da Comunidade

O programa Minha Morada foi implantado na área do complexo Oziel/Monte Cristo/Gleba B a partir da realização de um Curso de Pedreiros, patrocinado pelo Instituto Votorantim,  o curso ajudou a desenvolver vínculos locais e a envolver a associação que passou a contar com a colaboração de um agente de desenvolvimento local e hoje divulga os serviços através de uma embaixatriz.
   
 A região no qual o "Minha Morada" atua tem aproximadamente 12 mil moradores, distribuídos em 3.500 unidades habitacionais. A renda da população varia entre um e cinco salários mínimos. A área, em processo de regularização fundiária, apresenta intensa dinâmica de construção, a maioria sem nenhum assessoramento.


O projeto-piloto do Programa minha Morada na área do Complexo Oziel/monte Cristo/Gleba B, iniciou o atendimento a um grupo de famílias pensando em metodologia de atuação para que as experiências possam ser replicadas em outras regiões do país. A fim de agilizar o deslocamento dos profissionais, elaboração dos projetos, o acompanhamento das obras, as visitas técnicas e reuniões com os moradores são realizadas em um mesmo dia, racionalizando os custos dos serviços.

A iniciativa visa não só qualificar a constução de casas auto-geridas, mas também trazer mais qualidade de vida à população. "É visível como um cômodo sem janela interfere na auto-estima das pessoas, sem falar na insalubridade" diz Joice (uma das fundadoras do Arquitetas da Comunidade).

Fonte: Clubedareforma
Leia Mais: Arquitetasdacomunidade