Pular para o conteúdo principal

Deck feito de bambu é a novidade sustentável no mundo do skate

Fotos: Divulgação

Essa vai para os skatistas de plantão: pesquisas indicam que os skateboards estão em 31º lugar na lista dos maiores responsáveis pela derrubada de árvores na América do Norte e em 1º, se tratando das florestas de maple, principal madeira utilizada na confecção das pranchas. A boa notícia é que uma empresa americana está fabricando skateboards utilizando 100% de madeira de bambu. Uma opção muito mais eco-friendly.

O produto, desenvolvido pela BambooSK8, é mais resistente, leve e claro, sustentável, que os skateboards convencionais. O bambu é um dos grandes emissores de oxigênio do mundo vegetal e pode absorver até quatro vezes mais dióxido de carbono que outra árvore do mesmo porte. Além disso, ele tem a capacidade de filtrar metais pesados presentes no solo e nos lençóis subterrâneos.


Outra vantagem do bambu é que ele pode ser colhido após cinco anos de crescimento, enquanto o maple pode levar até 60 anos amadurecendo antes de ser transformado em pranchas de skate. Todo esse tempo acarreta mais consumo de energia e recursos naturais, como água e materiais orgânicos.

A prancha (mais conhecida como shape ou deck) é feita com três ou quatro camadas de madeira de bambu, que devem ter espessura e tratamento especial. O resultado são decks mais fortes, já que o bambu é um material altamente resistente, podendo suportar até 740 toneladas de pressão, quase 90 toneladas a mais que o maple. Além disso, esses shapes são mais leves. Eles pesam pouco mais de um quilo, enquanto os skateboards tradicionais podem pesar até quatro quilos.


Empresa responsável

A BambooSK8 não se limita a fabricar produtos amigos do meio ambiente. Ela também faz parte da Action Sports Environmental Coalition e possui uma política de sustentabilidade que inclui uso de materiais reciclados e reciclagem de seus resíduos, preferência por transportes alternativos, como a bicicleta, economia de luz e fim do uso de sacolas plásticas. Uma prova do seu engajamento pode ser visto na casa do dono da BambooSK8, que possui o maior painel solar residencial da Califórnia.

Fonte: Portal EcoD

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Política dos 5 R's e Consumo Consciente

A politica dos 5Rs, são as possíveis acções práticas que no dia a dia, podem reduzir o impacto no meio ambiente, através do estímulo ao consumo consciente. São elas: 1 - Repensar os hábitos de consumo Pense na real necessidade da compra daquele produto, antes de comprá-lo. Depois de consumi-lo, separe as embalagens, matéria orgânica e óleo de cozinha usado. Deite no lixo apenas o que não for reutilizável ou reciclável. Evite o desperdício de alimentos. Use produtos de limpeza biodegradáveis. Prefira embalagens de papel e papelão. Adquira produtos recicláveis ou produzidos com matéria-prima reciclada, durável e resistente. Utilize lâmpadas economizadoras e pilhas recarregáveis ou alcalinas. Mude seus hábitos de consumo. 2- Recusar produtos que prejudicam o meio ambiente e a saúde Compre apenas produtos que não agridem o meio ambiente e a saúde. Fique atento ao prazo de validade e escolha as fábricas e empresas que têm compromissos com a ecologia. Evite o excesso de sacos