Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

6 de out de 2013

Austrália ganha jardim vertical mais alto do mundo


Um jardim vertical de 166 metros de altura será erguido no One Central Park, novo empreendimento residencial de Sydney, na Austrália. Projetado por Patrick Blanc, o inventor do conceito do jardim vertical, e pelo arquiteto francês Jean Nouvel, a intervenção ecológica foi inspirada numa falésia e vai cobrir metade da fachada do edifício, se transformando na parede viva mais alta do mundo em janeiro do ano que vem.

O jardim vertical será formado por 190 espécies de vegetais nativos, mais 160 variações de plantas exóticas, as quais ajudarão não só a mitigar as emissões de carbono na cidade, mas também a diminuir a temperatura interna nos apartamentos convencionais e penthouses do edifício. O suporte para as plantações será um tapete verde de 6,4 km2, que se estenderá por terraços como extensões do prédio residencial.

Segundo os idealizadores, o projeto tem como objetivo integrar a paisagem natural e a construção civil, apostando em medidas de design revolucionário, segundo informa o site portuguêsGreensavers. Sendo assim, a construção foi inspirada nas Montanhas Azuis, região montanhosa nas imediações de Sydney – o local abriga complexa biodiversidade e foi declarado como patrimônio mundial em 2010.

Além da presença do jardim vertical mais alto do mundo, o One Central Park também abrigará um sistema de espelhos automáticos, os quais acumulam os raios solares, e, depois, direcionam a luz aos vegetais, a fim de incentivar o crescimento mais rápido. Ao escurecer, a estrutura externa se transforma numa instalação de arte iluminada com LED, material que, além do baixo impacto, oferece longa duração. O empreendimento vai abrigar 624 apartamentos convencionais e 38 penthouses.


Fonte: CicloVivo