Pular para o conteúdo principal

Poloneses transformam antigo reservatório em centro de esportes radicais


Um antigo reservatório abandonado na Polônia está prestes a se tornar um complexo de esportes radicais. O projeto de revitalização é do escritório de arquitetura Moko e inclui a reutilização de contêineres para complementarem a construção.

A ideia é transformar os dois silos que atualmente estão fora de uso em um tanque para a prática do mergulho e um centro de aprendizagem de paraquedismo. De acordo com os arquitetos responsáveis pelo trabalho, será possível transformar um dos reservatórios em uma “caverna submersa” com 25 metros de profundidade.

O outro silo servirá como um tubo gigante em que é possível treinar paraquedismo com segurança. Nele o ar fluirá em alta velocidade, para que seja possível preparar bem os atletas que utilizam o espaço.

Além dos dois silos, a estrutura contará com o uso de contêineres escalonados. Eles serão instalados junto às torres e formarão um prédio multifuncional. Logo no térreo o complexo contará com espaços para exposições, sala de leitura, café e salas para workshops. No primeiro andar estarão as lojas de esportes, enquanto o segundo e terceiro pisos serão preenchidos com os escritórios e departamento administrativo.

Como o objetivo da construção é oferecer conforto aos atletas e visitantes, o quarto nível funcionará como um albergue para os paraquedistas, que treinarão em salas dispostas no quinto andar. Para os mergulhadores, a estrutura é a mesma nos dois andares acima. O prédio ainda contará com terraço e no nono andar será construído um bar com vista panorâmica para a cidade.

Fonte: CicloVivo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios