Pular para o conteúdo principal

Guia da Construção Verde: Materiais sustentáveis


Segundo a Sociedade de Pesquisa sobre Materiais Industriais Renováveis, a construção de 1,7 milhões de casas com estruturas tradicionais de madeira, aço e concreto consome a mesma quantidade de energia que o aquecimento e a refrigeração de 10 milhões de casas por ano.

Por isso, é importante pensar na utilização de materiais que ajudam a tornar a construção de uma casa bem mais sustentável. E atualmente, já é possível encontrar alguns deles com facilidade.

É fundamental lembrar também que materiais e produtos que se auto-intitulam verdes, ecológicos e ambientalmente responsáveis, devem ser questionados. A melhor forma de saber se ele realmente é verde é por meio da certificação de algum órgão ou entidade responsável por análises de padrões confiáveis.

Materiais que ajudam na economia e água




Vasos sanitários e pias costumam ocasionar desperdício de água. Muitas vezes esquecemos uma torneira pingando ou a descarga desregulada, e acabamos gastando grande quantidade de água sem necessidade. Para evitar que isso ocorra foram desenvolvidos equipamentos reguladores de consumo, como torneiras com sensor de presença e vasos sanitários com duplo acionamento.

A ideia das torneiras com sensor é diminuir o desperdício de água. O acionamento é automático por sensor, ao aproximar as mãos, e libera apenas a quantidade de água necessária para cada uso, o que proporciona cerca de 70% de economia.

Já o vaso funciona com meia descarga no caso de líquidos e vazão completa para sólidos. Alguns modelos mais simples limitam a vazão de seis litros mesmo com o botão sendo apertado insistentemente.

Materiais que ajudam na economia de energia

Foto: nighto

Existem muitos tipos de lâmpadas eficientes no mercado e algumas que ainda estão por vir, pouco difundidas e que prometem uma revolução na iluminação dos edifícios.

As mais comuns são as lâmpadas fluorescentes compactas, apesar de caras, representam um consumo de energia 80% menor e duram 10 vezes mais que as lâmpadas convencionais, além disso, aquecem menos o ambiente.

A maior promessa no setor de iluminação são os LEDs, que em inglês significam Diodo Emissor de Luz. São diodos semicondutores que, ao receberem energia, iluminam. Muito comum em televisores e computadores são aquelas luzes que ficam acesas indicando que o aparelho está ligado ou em stand by. Elas possuem inúmeras vantagens, pois são luzes que desperdiçam pouquíssima energia, não esquentam, compactas, mas ainda são caras e pouco difundidas.

Materiais de acabamento

Foto: Chan360

Resinas, tintas, colas, seladores, todos esses materiais são utilizados no acabamento de uma obra, e muitas vezes podem ser danosos à saúde e ao meio ambiente por conterem substâncias orgânicas tóxicas, derivadas do petróleo e compostos voláteis altamente poluidores ao contato com córregos e lençóis freáticos.

A boa notícia é que a maioria deles já existe na versão verde. Colas e tintas, por exemplo, podem ser encontradas fabricadas a base de água. Além disso, as tintas, vernizes, impermeabilizantes e solventes também existem a base de óleos vegetais, que descartam o uso de produtos químicos prejudiciais a saúde.

Materiais para erguer as paredes


Há boas opções de tijolos cerâmicos com boa eficiência térmica, assim como tijolos de concreto reciclado, tijolo de solo-cimento e placas cimentícias. Para interiores, o gesso acartonado reduz desperdícios e, por ser bem mais leve que uma parede de alvenaria, supõe uma economia no dimensionamento estrutural.

O solo cimento é um material homogênio resultante da mistura de solo, cimento e água, ideal para construção de pequeno porte. Muito útil na zona rural pela disponibilidade da matéria-prima, já que a maior parte da mistura vem do chão. Ele é ideal na composição de argamassa ou estrutura, adequado para uso em revestimentos de pisos, paredes devido à elasticidade, assim como em pavimentação, muros de arrimo e fabricação de tijolos e telhas sem a necessidade de uma queima prévia.

Outra opção de material verde importante na estrutura de uma casa é o concreto reciclável. Composto por cimento, areia, água e compostos britados, o uso do concreto reciclado tem despertado cada vez mais consciência de reaproveitamento dos materiais que sobram nos canteiros de obras e nas demolições e que anteriormente eram descartados.

Madeiras


A madeira é um ótimo material, muito utilizada na construção civil. Porém, todos sabem dos riscos da extração em larga escala sem as devidas preocupações ambientais. Muitas espécies de árvores e suas florestas foram dizimadas para abastecer o consumo humano em toda a história. Por isso, a preocupação de se utilizar madeiras alternativas (de reflorestamento e certificadas) é de extrema importância quando aplicadas em uma construção sustentável.

As madeiras de reflorestamento são aquelas que na hora da compra podem comprovar a origem de onde foram retiradas, geralmente de lugares que mantém área de floresta original ou replantada, através de manejos sustentáveis de produção. A atividade prevê a preservação dessas matas ao mesmo tempo em que sustenta o ritmo da extração.

A madeira plástica é outro produto que vem atraindo a atenção por suas características e propriedades ecologicamente corretas. É muito semelhante à madeira convencional, mas é totalmente reciclável e com uma relação de custo-benefício maior. Além de preservar o ambiente, por reduzir o desmatamento florestal, a madeira plástica também evita o surgimento de pragas, como cupins, traças e roedores, que são atraídos pela madeira convencional.

Ela ainda pode ser utilizada como pisos, revestimentos, mobiliário interno e externo, pergolados, gazebos e caxepós, para paisagistas. Os ambientes ganham vida sem prejudicar a natureza.
Fonte: Portal EcoD

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Política dos 5 R's e Consumo Consciente

A politica dos 5Rs, são as possíveis acções práticas que no dia a dia, podem reduzir o impacto no meio ambiente, através do estímulo ao consumo consciente. São elas: 1 - Repensar os hábitos de consumo Pense na real necessidade da compra daquele produto, antes de comprá-lo. Depois de consumi-lo, separe as embalagens, matéria orgânica e óleo de cozinha usado. Deite no lixo apenas o que não for reutilizável ou reciclável. Evite o desperdício de alimentos. Use produtos de limpeza biodegradáveis. Prefira embalagens de papel e papelão. Adquira produtos recicláveis ou produzidos com matéria-prima reciclada, durável e resistente. Utilize lâmpadas economizadoras e pilhas recarregáveis ou alcalinas. Mude seus hábitos de consumo. 2- Recusar produtos que prejudicam o meio ambiente e a saúde Compre apenas produtos que não agridem o meio ambiente e a saúde. Fique atento ao prazo de validade e escolha as fábricas e empresas que têm compromissos com a ecologia. Evite o excesso de sacos

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt