Pular para o conteúdo principal

Evento oferece produtos e serviços ecologicamente corretos

Tijolo ecológico da Eco Máquinas/Foto: Divulgação

A sustentabilidade precisa sair do discurso e ir para o dia a dia das micro e pequenas empresas, na opinião do empresário mineiro Daniel Moreira Gomes. Ele aproveitou a Feira do Empreendedor 2012 de Minas Gerais para lançar a Conecte, uma empresa que oferece tecnologias e soluções ambientais para outros empresários. A empresa atua desde a consultoria sobre o tipo de medida sustentável que pode ser implementada no negócio até a venda de equipamentos, divulgação e análise de resultados.

“Desenvolvemos os programas de acordo com as necessidades de cada negócio. As empresas precisam realmente introduzir os processos sustentáveis e não apenas utilizar o tema como campanha de marketing”, afirmou o empresário a Agência Sebrae de Notícias.

O tema sustentabilidade está no topo das prioridades da nona edição da Feira do Empreendedor de Minas Gerais. Até sábado, 24 de março, serão realizadas 76 oficinas sobre o assunto e outras 120 consultorias vão abordar a sustentabilidade na moda, gastronomia, no artesanato e ambiente empresarial. Os participantes vão aprender sobre destinação de resíduos, coleta seletiva, redução do consumo de energia, produção mais limpa e design sustentável.

“O desenvolvimento sustentável é muito mais do que um debate teórico. Precisamos entender sustentabilidade não apenas em sua perna ambiental, mas social e econômica também. A Rio+20 é uma grande oportunidade de colocar o tema na pauta”, destacou o presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barretto, no discurso de abertura do evento.

A participação na feira pode ser a oportunidade que o empresário paulista Wilton Bezerra esperava para divulgar sua empresa entre os empreendedores mineiros. Há dois anos ele lançou no mercado a Nação Verde, uma fabricante de produtos sustentáveis que possui mais de 100 itens em seu catálogo. Atualmente a rede possui 13 unidades franqueadas em quatro estados, mas ainda não está no mercado de Minas Gerais. Os produtos vão de detergentes sem produtos químicos até energéticos direcionados ao tipo sanguíneo de cada pessoa. O conceito de sustentabilidade é aplicado da matéria-prima às embalagens de cada item.

“Sustentabilidade vende muito e o conceito está sendo cada vez mais aceito. Nosso produtos atendem desde as classes A e B, pelo conceito, até as classes C e D, pelos preços”, explicou Wilton. Apostando em um crescimento ainda maior desse mercado, os planos da empresa são ambiciosos. “Nosso objetivo é chegar ao fim de 2012 com 60 franquias vendidas e em 2014, com 400. Em 2014 vamos começar a exportar e acho que teremos boa aceitação no mercado internacional”, arriscou o empresário.

Experiente no mercado, a Eco Máquinas já explora há dez anos o conceito de sustentabilidade. Por ano, a empresa de Campo Grande (MS) vende cerca de 300 máquinas fabricantes de tijolos ecológicos. Os compradores são construtoras e clientes pessoas físicas que querem fabricar os próprios tijolos. “Nossos tijolos não utilizam cimento e resultam em uma economia de 40% na obra, além de não gerar resíduos. O produto já está bem aceito no mercado”, contou o responsável pelas vendas Edmaro Fernandes.

A Feira do Empreendedor de Minas Gerais teve início na noite de terça-feira (20) e será promovida até sábado (24) no Minascentro, em Belo Horizonte. A expectativa é que cerca de 20 mil pessoas vejam as exposições, assistam às palestras e oficinas, participem das rodadas de negócios nesses cinco dias de evento. Ao todo são mais de 420 atividades programadas. A entrada é gratuita e as inscrições podem ser feitas no endereço:http://www.sebraemg.com.br/feiradoempreendedor/.
Fonte: Portal EcoD

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios