Translate

Google Translate
Arabic Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

Quem sou eu

Minha foto

Pesquisadora nas áreas de sustentabilidade e saúde da habitação. Tem como objetivo projetar e prestar consultoria a clientes com interesse na busca pelo Viver Saudável, uma interação equilibrada entre meio ambiente, pessoas  e o Lar em que habitam.

Fale Conosco

- Deixe seu comentário ou envie um e-mail: celinalago@hotmail.com
- Se desejar receber as novidades do site seja um seguidor que o envio é automático.
- A sua participação é muito importante. Só assim, unidos conseguiremos reverter o processo de destruição planetária pelo qual estamos passando e encontrar um equilíbrio saudável.

Muita Luz e Amor,

Celina Lago

1 de out de 2013

Hotel sustentável com telhado verde aproveita até água da chuva nos chuveiros


Água da chuva aproveitada no chuveiro e nas descargas, telhado verde e até um sistema de reciclagem de papel higiênico e sabonetes: estas são apenas algumas das ações do Aloft Bogotá Airport, considerado o hotel mais sustentável da América Latina. Em viagem exclusiva para a Colômbia, o CicloVivo conversou com Anamaria Escobar, arquiteta responsável pelo projeto, instalado nas proximidades do aeroporto e do centro comercial de Bogotá, considerada exemplo de desenvolvimento sustentável no mundo inteiro. 

A sustentabilidade está por todos os cantos do hotel, o primeiro a receber a certificação LEED Gold na América Latina. Baseado nos padrões e conceitos mais recentes de arquitetura verde, o Aloft foi erguido com 15% dos materiais reciclados, e as tintas que cobrem as paredes da estrutura foram produzidas somente com materiais orgânicos. O ar condicionado, um dos objetos mais polêmicos na maioria das construções, funciona com própria água que produz.


A arquiteta responsável pelo projeto explica que a água quente que cai dos chuveiros e a calefação dependem do calor excedente gerado pelo sistema de computadores do hotel, reduzindo, significativamente, os gastos com energia elétrica. “Na parte superior, o telhado cinzento foi trocado por um jardim, no qual foram plantados vegetais que não precisam ser regados”, diz Anamaria. A parte de cima também fica responsável pela captação das águas pluviais e pela regulação das temperaturas do hotel, que faz parte do grupo Starwood, ao qual também pertence o Sheraton.

O hotel dissemina o consumo consciente por meio da ação Greenchoice – um esforço para estimular hóspedes e funcionários a colaborarem com a economia de gastos gerais, reduzindo, por exemplo, a quantidade de trocas de roupas de cama e banho, que não precisam ser trocadas e lavadas diariamente. Com esta iniciativa, o Aloft pretende diminuir em até 20% os gastos totais com água, e 30% com eletricidade.


O reaproveitamento de materiais também é uma das bandeiras levantadas pelo hotel mais sustentável da América Latina. “Doamos sabonetes e sobras de papel higiênico à instituição Planeta Amor, que cuida de crianças com AIDS. Lá, eles reaproveitam estes resíduos”, contou à reportagem a gerente geral do hotel, Marilia Pergola.

Uma das preocupações do Aloft Bogotá Airport é atender a vários perfis de hóspedes, não só empreendedores, como também turistas que chegam à capital colombiana: assim, além de um centro de negócios, bares e espaços de convivência, o hotel também oferece recreação familiar e até mesmo quartos inclusivos para animais de estimação. O projeto também possui várias adaptações para portadores de necessidades especiais, como rotas acessíveis, alarmes visuais de incêndio e modificações nos quartos.

Por Catharina Birle – Via: CicloVivo