Pular para o conteúdo principal

Italiano constrói sistema que transforma vapor em água potável para regiões carentes


Água potável é um bem que ainda não está acessível a todas as pessoas no mundo. Pensando em uma solução prática para este problema, o arquiteto italiano Arturo Vittori criou a WarkaWater, uma torre que capta o vapor de água atmosférico e o transforma em água própria para o consumo.

O sistema não consiste em alta tecnologia. Pelo contrário, ele é tão simples que pode ser replicado em qualquer lugar. O melhor é que além de ser eficiente, o WarkaWater é bonito, assemelhando-se a uma grande escultura.


Os materiais utilizados por Vittori neste projeto são bambus ou talos de juncus, que foram o esqueleto da estrutura. Dentro elas são forradas com uma malha de plástico, semelhante aos sacos usados para transportar frutas e legumes. As fibras de nylon e polipropileno ajudam a captar as gotículas do orvalho e quando a água escorre ela é encaminhada a uma bacia, instalada na parte de baixo da torre.

Imagem: Divulgação

Em declaração ao site Wired, o arquiteto explica que chegou a essa ideia após visitar o norte da Etiópia. “Lá, as pessoas vivem em um belo ambiente natural, mas muitas vezes sem água, eletricidade, um vaso sanitário ou um chuveiro funcionando”, declarou. O italiano ainda lembrou que a dificuldade para conseguir água no país africano é tão grande, que mães com filhos pequenos precisam andar quilômetros para chegar a lagoas contaminadas, expondo sua saúde e a de seus filhos a diversas doenças.


Sobre o WarkaWater, Vittori garante que a proposta é garantir água e sustentabilidade em todos os sentidos. “Uma vez que os habitantes locais têm o conhecimento necessário, eles são capazes de ensinar outras comunidades a construírem suas próprias torres.”


Cada um dos captadores de água custa, em média, US$ 550 e precisa de apenas uma semana e quatro pessoas para ser construído com materiais disponíveis localmente.


O arquiteto tem trabalhado há dois anos nesse projeto para torna-lo o mais eficiente possível. A escultura possui 195 quilos e oito metros de altura. O italiano espera ter os dois primeiros construídos na Etiópia em 2015 e está em busca de parceiros para levar a ideia para outras áreas necessitadas. 



Fonte: CicloVivo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios