Pular para o conteúdo principal

Jovens cientistas norte-americanos criam microgerador de energia solar



A Fábrica Solar de Bolso é uma máquina portátil e acessível, capaz de criar painéis solares sem usar materiais muito específicos. | Foto: Divulgação/Science Friday
 
Dois jovens cientistas desenvolveram um sistema portátil de geração fotovoltaica. Os painéis solares podem ser fabricados por cidadãos comuns, e cabem no bolso da maioria das pessoas – tanto o tamanho, como os preços, são acessíveis à população.

Por diversos motivos, a energia fotovoltaica foi considerada durante muito tempo como uma alternativa inviável para suprir as demandas da população: primeiro, porque os equipamentos de geração não são baratos; depois, porque a incidência de raios solares varia de acordo com a localização geográfica e com as condições climáticas.

Porém, na semana passada, dois cientistas norte-americanos desenvolveram um novo sistema de geração de energia solar: a Fábrica Solar de Bolso (DIY Solar Pocket Factory Machine), ou microsolar, é uma máquina portátil e acessível, capaz de criar painéis solares sem usar materiais muito específicos. Os responsáveis pela invenção são os pesquisadores Alex Hornstein e Shawn Frayne, que desenvolveram o projeto com fundos arrecadados por meio de um site de financiamento coletivo.

O aparelho funciona como uma impressora 3D que capta os raios do sol, transformando-os em energia. Os cientistas acreditam que o projeto deverá ser finalizado até abril do ano que vem. Um modelo desenvolvido pelos pesquisadores é capaz de produzir um painel fotovoltaico a cada 15 segundos, totalizando um milhão de dispositivos fabricados por ano.

Ao longo do período de experiências, os cientistas chegaram à conclusão de que os painéis solares convencionais que estão sendo comercializados atualmente não apresentam uma boa relação custo x benefício, pois estes equipamentos geralmente são caros, frágeis e de qualidade duvidosa.

Alex Hornstein e Shawn Frayne são pesquisadores conceituados na área de geração de energia renovável. Hornstein está na lista dos inventores jovens da revista Forbes, e já desenvolveu tecnologias para LED e conexões USB, enquanto Frayne criou soluções para baratear os métodos de geração de energia eólica. Com informações do Inhabitat.

Via: CicloVivo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Casas Sustentáveis

Diversos modelos e ideias ou projetos de casas sustentáveis bem legais! Divirta-se e apreciem os modelos sem moderação! Captação de água e circulação de ar que mantém a temperatura agradável.  Ideias para aplicar em casas já construídas! Telhado verde! Tendência e obrigatoriedade em alguns países! Este modelo apresenta novas tecnologias! Lâmpadas com energia eólica! Captação de água e armazenamento. Fonte: Bioconservation

AQUECEDOR SOLAR DE ÁGUA FEITO COM TUBOS DE PVC

PROJETO EXPERIMENTAL solução barata para aquecer água para banho Nota:  Aquecedor Solar de Água com o coletor solar feito com tubos de PVC: Criação, pesquisa e desenvolvimento por Edison Urbano. Obs.: Esse projeto foi baseado na tecnologia do ASBC - Sigla que caracteriza o Aquecedor Solar de Baixo Custo, projeto originalmente elaborado pela equipe da ONG Sociedade do Sol que, para a confecção do seu coletor térmico solar, usa placas alveolares de PVC (normalmente usadas para construções de forros). ÍNDICE INTRODUÇÃO Energia Elétrica - consumo sustentável. Formas simples para economizar energia elétrica. Estudo do consumo de energia elétrica por um chuveiro elétrico Explicações gerais do projeto experimental do Aquecedor Solar de água feito com tubos de PVC próprios para água potável. Aprendendo a dimensionar um Aquecedor Solar feito com tubos de PVC. MONTAGEM do(s) COLETOR(es) MONTAGEM do COLETOR feito com TUBOS de PVC Obs.: as medidas podem ser alt

Como Assentar um Piso Drenante?

O piso drenante não é apenas um piso pré moldado em placas de concreto drenante, é na verdade um sistema que engloba os materiais de assentamento formando uma escala granulométrica que drena as águas pluviais para o solo. As placas de piso não podem ser assentadas diretamente sobre a terra, pois a mesma irá entupir os vazios da placa de concreto evitando o correto funcionamento. A placa drenante deve ser assentada em um colchão drenante da seguinte forma de acordo com o manual técnico da Segato Pisos do Brasil: -Espalhar sobre o solo compactado uma camada de brita de aproximadamente 12cm de espessura. -Sobre a camada de brita, espalhar uma camada de Areia de aproximadamente 7cm de espessura. -Fazer colocação das placas usando uma linha de nylon para orientar no alinhamento e nivelamento. -A colocação tem que ser feita de forma que as peças fiquem travadas. Seguindo essas regras, teremos um piso ecologicamente correto podendo participar dos projetos com princípios